Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » O Alcorão Sagrado » Capítulo 16, An-Nahl (As Abelhas) (parte 2 de 2)
Tamanho da Fonte
Capítulo 16, An-Nahl (As Abelhas) (parte 2 de 2)

Descrição: Admoestações e recompensas, lições e exemplos.

Versículos 61-69 Um aviso para esclarecer as coisas

http://3.bp.blogspot.com/-VQalW36V-Ec/VVpw1QYrVcI/AAAAAAAAB1c/aUxqi04Mjb4/w1200-h630-p-k-no-nu/yukiyagami-teks-idato-jepang-hachi-to-ningen.jpgSe Deus punisse a humanidade pelo mal que fazem, não haveria uma única pessoa na terra.  Ao invés disso, Ele lhes dá trégua, até um tempo determinado.  É um momento que não pode ser adiado ou antecipado.  Atribuem a Deus as filhas que eles próprios desgostam.  Pensam que terão uma boa recompensa, mas sua recompensa é o Inferno e estarão entre os primeiros a serem enviados para lá.  Os seguidores de Satanás enfrentarão uma punição dolorosa.  O Alcorão foi revelado para esclarecer as coisas sobre as quais argumentam e é uma orientação e uma misericórdia para os que creem.

Deus enviou a chuva para reviver a terra.  As vacas produzem leite e as vinhas e jardins produzem alimentos de todos os tipos.  Essas coisas são um sinal da graça de Deus e nelas há uma lição a ser aprendida.  E Deus criou as abelhas, que se alimenta de todos os tipos de frutas e produz mel para o benefício da humanidade.  Vem em muitas cores e tem propriedades curativas.  Esse é outro sinal para aqueles que refletem.

Versículos 70 – 81 Deus dá exemplos

Deus criou você e é Ele que o fará morrer.  Algumas pessoas chegarão até a velhice e perderão suas faculdades.  Algumas pessoas receberam mais provisão que outras e muitas delas não compartilham de sua riqueza.  Essa é uma forma de rejeitar as bênçãos de Deus? Deus deu cônjuges, filhos e netos e, ainda assim, algumas pessoas negam Suas bênçãos.  As deidades adoradas além de Deus não têm poder.

Deus dá exemplos.  São iguais escravos e aqueles que foram providos com tudo? Uma pessoa incapaz de cuidar de si mesma é igual a quem é virtuoso e distribui justiça? O Dia do Juízo está chegando.  Os bebês emergem dos úteros de suas mães sem saber nada, mas são providos por Deus com audição, visão e mentes para que possam ser gratos a Ele.  Deus fez os pássaros capazes de voar sem cair.  Fornece abrigo e calor à humanidade e tudo que precisa durante suas vidas.  Têm vestimentas para proteger do calor e do frio e outras vestimentas que protegem na batalha.  Concede os favores para que se submeta a Ele. 

Versículos 82 - 89 Os descrentes não sentirão trégua

O dever do profeta é somente transmitir a mensagem.  A maioria das pessoas compreende, mas é ingrata e se afasta.  No Dia do Juízo haverá uma testemunha (seu Mensageiro) de cada nação.  Então será muito tarde para desculpas.  Os descrentes verão o que os espera e não haverá trégua.  Quando os descrentes apelarem para seus falsos deuses, os deuses os chamarão de mentirosos e se dissociarão daqueles que os adoraram.  Aqueles que descreem e impedem outros de crer terão sua punição aumentada.  Deus trará uma testemunha de cada nação e o profeta Muhammad será a testemunha pelos muçulmanos.  E o Alcorão foi enviado como orientação, misericórdia e boas novas.

Versículos 90 - 100 Deus ordena a virtude

Deus ordena a humanidade a ser justa e se comportar com virtude, dando apoio aos familiares.  Ele proíbe a imoralidade e a opressão.  Isso é um lembrete.  Cumpra todas as promessas feitas em nome de Deus, não iludam ou conspirem contra uns aos outros.  Isso é um teste.  No Dia do Juízo as coisas sobre as quais argumentou serão esclarecidas.

Deus podia ter feito de todos uma nação, mas Ele permite às pessoas praticarem seu livre arbítrio - entretanto, você será responsável pelas suas ações.  Não iludam uns aos outros ou impeçam outras pessoas de adorar a Deus.  Fazê-lo resultará em uma grande punição.   Não rompa acordos ou promessas.  Coisas mundanas são transitórias, mas o que vem de Deus é eterno.  Os virtuosos terão uma vida nova na Outra Vida.  Sempre que recitar o Alcorão, busque refúgio em Deus contra Satanás, o maldito.  Satanás não tem poder sobre os que se submetem a Deus. Seu poder só afeta os que se alinham com ele (Satanás) e adoram outro além de Deus.

Versículos 101 - 111 Deus não guia os descrentes

Quando Deus substitui um versículo por outro dizem que o profeta Muhammad inventou mentiras, mas não entendem que o anjo Gabriel trouxe os versículos aos poucos, para fortalecer os crentes gradualmente.  Dizem que um ser humano ensinou ao profeta Muhammad as revelações, mas esse Alcorão está em árabe claro.  Se as pessoas não acreditam Deus não continua a guiá-las e uma punição dolorosa será o resultado final.  Amam esse mundo mais que a Outra Vida.  Deus selou os corações, ouvidos e olhos dos negligentes, mas aqueles que devem fugir da perseguição ou são compelidos a dizer palavras de descrença sentirão a misericórdia e perdão de Deus.  Quem nega a fé correta espontaneamente sentirá a ira de Deus.  No Dia do Juízo todos serão tratados de maneira justa e terão o que merecem.

Versículos 112- 117 Coma das coisas boas providas

Deus apresenta um exemplo de uma cidade que estava segura, com provisões em abundância.  As pessoas se tornaram ingratas e foram afligidas com fome e temor.  Negaram seu mensageiro e a punição as dominou.  Então comam das boas coisas que Deus proveu e sejam gratos.  Deus proibiu somente a carniça, o sangue, a carne de porco e o que foi dedicado a algo além de Deus.  Mas se uma pessoa comer dessas coisas por necessidade, Deus será perdoador.  Não inventem mentiras sobre o que é lícito e ilícito, porque os que dizem mentiras sobre Deus terão somente uma pequena diversão antes de a punição alcançá-los.

Versículos 118 – 128 Sigam o exemplo dos virtuosos e use de sabedoria quando falar sobre Deus

Os judeus foram proibidos de certas coisas, mas não era uma dificuldade imposta a eles. Eles as transformaram em uma dificuldade.  Deus é perdoador com aqueles que cometem erros por ignorância e então se arrependem.  O profeta Abraão é um bom exemplo. Era devoto e obediente.  Era grato e não associava nada a Deus.  Tinha uma vida boa e estará entre os virtuosos na Outra Vida.  O dia do Shabat foi tornado obrigatório porque argumentaram e divergiram sobre ele e, no Dia do Juízo, Deus os julgará.

Convoque as pessoas para Deus com sabedoria e bom conselho.  Argumente com eles de maneira cortês.  Deus sabe quem será guiado e quem será desviado.  Se tiver que retaliar que o faça de maneira proporcional à que foi prejudicado, mas é melhor ser paciente.  É dito ao profeta Muhammad para ser paciente e não se entristecer ou angustiar pelas conspirações dos descrentes.  Deus está com aqueles que são conscientes Dele e têm uma atitude de retidão.

 

https://www.islamreligion.com/pt/articles/10937/capitulo-16-an-nahl-as-abelhas-parte-2-de-2/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2018, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,654,381 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2018 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3