Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Os Companheiros do Profeta - Os Sahaba » Abu Huraira al Dawsi
Tamanho da Fonte
Abu Huraira al Dawsi
Abu Huraira al Dawsi


Dr. Abdulrahman Ráafat Bacha
Tradução: Prof. Samir El Hayek


Ele aprendeu e transmitiu mais de mil e seiscentos ahadicedo Profeta (S), e os pôs a serviço da comunidade muçulmana.


Sem dúvida, o leitor já ouviu falar dessa brilhante estrela dos círculos de pessoas que constituíam os companheiros do Mensageiro de Allah (S). Não há um muçulmano vivo que não tenha ouvido falar dele.

Seu nome, antes de tornar-se muçulmano, era Abd Shams, que significa “servo do sol”. Quando Allah o honorificou com a crença no Islam, e ele teve o privilégio de se encontrar com o Profeta (S), este perguntou:

“Como é o teu nome?”

“Abd Shams”, ele respondeu.

“De agora em diante, ele irá ser Abd al Rahman (servo do Misericordiosíssimo)”, disse o Profeta (S).

“Sim, Abd al Rahman”, concordou o Abu Huraira, “pois eis que te trocaria pelo meu pai e pela minha mãe, ó Mensageiro de Allah (S) !”

O fato de como ele veio a ser conhecido como Abu Huraira é uma outra história. Quando era criança, costumava ter sempre um gatinho, que levava consigo a toda parte, e com o qual brincava, tanto que os seus amiguinhos o apelidaram de Abu Huraira (pai do gatinho). Quando o destino de Abu Huraira tornou-se ligado à comunidade islâmica, o Profeta (S) com freqüência o chamava de “Abu Hirr” (pai do gato), por carinho familiar e afeição a ele. O próprio Abu Huraira começou a preferir o seu segundo apelido, e dizia:

“É o nome com que o meu querido Profeta (S) costumava chamar-me. Ademais, ‘Huraira’ tem um cunho feminino e pequeno, e eu sou homem.”

Abu Huraira foi convertido ao Islam por intermédio de Al Tufayl b. Amr al Dawsi1, e permaneceu nas terras da tribo deste, os Daws, até seis anos depois da Hégira. Nesse tempo, ele foi com gentes do seu povo, numa delegação, visitar o Mensageiro de Allah (S).

Uma vez assentado em Madina, o jovem Abu Huraira se dedicou a servir ao Profeta (S), e a passar todo o seu tempo aprendendo com ele. Fez da mesquita a sua casa, e tinha o Profeta (S) na conta de ser o seu professor e guia espiritual. Enquanto o Profeta (S) permaneceu vivo, o Abu Huraira não se casou nem constituiu família. O único parente que tinha era a sua idosa mãe, que insistia em permanecer pagã. Abu Huraira constantemente a incitava a tornar-se muçulmana, pois que desejava o melhor para ela, e temia que a idolatria fosse ser a causa da sua ruína na Vida Futura. Ela sempre rejeitava a sugestão, e saía de perto dele, zangada. Não querendo apoquentá-la mais, ele ia embora cheio de tristeza.
_________________
1. Para a biografia de Al Tufayl, ver a Parte Um destas séries.

Após uma daquelas cenas, em que ela disse algo cruel e desrespeitoso acerca do Profeta (S), o Abu Huraira foi embora em lágrimas, e procurou o Profeta (S), que lhe perguntou:

“Que te fez chorar, ó Abu Huraira?”

“Eu nunca vacilei nos meus esforços de chamar minha mãe para o Islam, embora ela sempre resistisse. Hoje eu tentei novamente convencê-la, e ela disse coisas odiosas sobre ti. Reza para que o Todo-Poderoso Allah incline favoravelmente o coração dela para o Islam!” Então o Profeta (S) fez uma oração por ela.

O próprio Abu Huraira mais tarde relatou o que se seguiu:

“Fui para casa, e constatei que a porta estava fechada. Ouvi ruídos de água sendo esparrinhada, e estava a ponto de entrar, quando minha mãe gritou:

“‘Fica onde estás, ó Abu Huraira!’

“Ela se vestiu, e disse:

“‘Agora podes entrar.’

“Entrei, e ela declarou:

“‘Presto testemunho de que não há outra divindade além de Allah, e que Mohammad (S) é o Seu servo e Mensageiro!’

“Voltei para o Profeta (S), derramando lágrimas de alegria – sendo que apenas uma hora antes havia derramado lágrimas de tristeza –, e disse:
Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,431,712 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3