Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Os Companheiros do Profeta - Os Sahaba » Zaid b. Sábit
Tamanho da Fonte
Zaid b. Sábit
Zaid b. Sábit
Dr. Abdulrahman Ráafat Bacha
Tradução: Prof. Samir El Hayek


“Se Hassan e o seu filho são os melhores dentre os poetas, quem irá seguir as pegadas do Zaid no caminho do conhecimento religioso?”
(Hassan b. Sábit)

Podemos agora imaginar-nos estando no segundo ano da Hégira, em Madina. A cidade do Profeta (S) estava repleta até aos bordos de pessoas se preparando para a batalha de Badr. O Profeta estava fazendo uma inspecção final no primeiro exército que ir-se-ia movimentar sob a sua liderança, para realizar o jihad pela causa de Allah, a fim de afirmar o direito de O cultuar livremente.

Um jovem menino que ainda não tinha treze anos de idade se pôs junto às fileiras. Ele refulgia de inteligência e compreensão e, acima de tudo, era brilhante em valor. Na sua mão, portava uma espada que era tão comprida como ele era alto, se não mais. Aproximou-se do Mensageiro de Allah (S), e disse:

“Ó Mensageiro de Allah, irei sacrificar a minha vida por ti! Permite que eu vá contigo e que porfie contra os inimigos de Allah, sob o teu estandarte!”

O Profeta (S) olhou para ele com um espanto prazeroso, e ternamente lhe afagou o ombro. Disse-lhe algo propício para que os sentimentos do menino não ficassem feridos, e o mandou ir para casa, pois ele era muito jovem para lutar.

O rapazinho voltou para casa triste, arrastando sua espada atrás de si, em desapontamento, porque havia sido privado da honra de acompanhar o Profeta (S), na sua primeiríssima expedição. O menino foi seguido por sua mãe, que estava não menos desapontada que ele. Ela esperava sentir o orgulho de ver o rapaz partir com os homens, na sua brava porfia, sob o estandarte do Mensageiro de Allah (S). Esperava que seu filho fosse ocupar a posição de confiança junto ao Profeta (S), que ela sabia, seria o quinhão do seu falecido marido, tivesse ele vivido o suficiente.

Entretanto, quando aquele filho dos Ansar viu que a sua pouca idade evitava que tivesse a estima do Profeta (S) como um guerreiro, sua inteligência veio em seu socorro, e ele descobriu um outro meio de ficar perto do Mensageiro de Allah (S). Dessa vez, a sua pouca idade não iria ser um empecilho, pois ele voltou sua atenção para a escolaridade e para o estudo do Alcorão. Contou para sua mãe sobre sua nova idéia, e ela ficou jubilosa, e o apoiou completamente.

Al Nawwar falou com alguns dos seus parentes homens sobre o desejo do seu filho de buscar o conhecimento religioso; então eles pegaram o menino, levaram-no ao Profeta (S), e disseram-lhe:

“Ó Profeta de Allah (S), esta nossa criança, o Zaid b. Sábit, sabe de cor dezesete Suratas do Alcorão, e as recita tão perfeitamente como quando te foram reveladas. Ele tem também o sentido aguçado, e sabe ler e escrever bem. Ele deseja utilizar essas habilidades para os teus serviços, acompanhando-te e aprendendo contigo. Se quiseres, podes testá-lo e conferir por ti mesmo.”

O Profeta (S) fê-lo recitar um pouco do que disse saber de cor, e ficou contente ao ver que ele recitava com uma clara e acurada dicção. Sua recitação era brilhante e perceptível como as estrelas numa noite límpida, e sua entonação revelava uma profunda compreensão do que estava a recitar. Até a maneira como iniciava e terminava as sentenças mostrava o quão plenamente ele entendia o teor do que estava a dizer. O Profeta (S) viu que o rapaz era virtualmente melhor do que os seus parentes diziam que era, e ficou maravilhado ao ver o quão bem ele sabia ler e escrever. O Profeta (S) se dirigiu ao rapaz, assim:

“Ó Zaid, tu deves aprender a escrever em hebraico, porque eu não tenho como saber se as tribos judaicas põem corretamente em escrita o que eu digo!”

“Estou a teu serviço, ó Mensageiro de Allah (S)”, respondeu o Zaid.

Imediatamente ele se pôs a realizar a tarefa, e estudou dia e noite, até que consaguiu dominar o hebraico num curtíssimo tempo. Desde então, se o Profeta (S) precisava escrever uma carta para os judeus, fazia com que o Zaid a escrevesse, e fazia com que o Zaid lhe traduzisse uma carta, quando ele recebia uma carta deles.

Depois o Profeta (S) pediu que o Zaid aprendesse o siríaco, coisa que ele fez, da mesma maneira que fizera com o hebraico. Desse modo, o jovem Zaid se tornou o tradutor do Mensageiro de Allah (S).

Quando o Zaid recebeu uma posição de confiança junto ao Mensageiro de Allah (S), o qual se assegurou da sua confiabilidade, precisão e compreensão, o Profeta (S) confiou-lhe a Divina mensagem que estava sendo enviada do céu para o homem. Fez do Zaid o transcritor do Alcorão Sagrado.

Tão logo algo do Alcorão fosse revelado ao Profeta (S), este
Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,427,944 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3