Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Os Companheiros do Profeta - Os Sahaba » Zaid b. Sábit
Tamanho da Fonte
Zaid b. Sábit
mandava chamar o Zaid, e lhe ditava os novos versículos, dizendo-lhe que os pusesse em escrita. Fragmento por fragmento, de tempos em tempos, o Zaid ouvia e aprendia o Alcorão, conforme este era enviado do Céu, sendo que crescia espiritualmente, à medida que o seu conhecimento aumentava. Era o primeiro a ouvir do Profeta (S) os novos versículos, e o primeiro a saber como e porque eram revelados. Sua alma tornou-se repleta da luz da diretriz que lhe chegava por meio do Profeta (S). Conforme tornava-se mais íntimo com o espírito dos ensinamentos islâmicos, seu intelecto também se ampliava.

Assim foi como aquele afortunado jovem se tornou um especializado erudito do Alcorão. Após a morte do Profeta (S), o Zaid foi considerado pela comunidade como sendo a maior fonte de conhecimento acerca do Alcorão. Foi o líder daqueles que compilaram o Alcorão durante a autoridade do califa Abu Bakr al Siddik, assim como foi o líder do grupo que foi encarregado pelo califa Otman de determinar a versão autorizável da Escritura. Será que há uma aquisição erudita mais elevada a que uma pessoa possa ambicionar? Existirá um nível mais nobre de aquisição?

Um dos benefícios que afetou o Zaid, como resultado da sua escolaridade, foi que o Alcorão guiava o seu espírito em situações que confundiam pessoas que apenas tinham conhecimentos terrenos. Depois da morte do Profeta (S), quando os Companheiros se reuniram em Saquifat Bani Saida para debaterem a quem iriam escolher para ser o primeiro califa, viram-se incapazes de chegar a um acordo. Os Muhajirun disseram:

“Um de nós deverá liderar a comunidade após o Profeta (S), porque somos mais merecedores.”

“Nós somos mais capacitados que vós, em questões de liderança”, responderam os Ansar, “e portanto, nós devemos arcar com as responsabilidades.”

Outros, ainda, disseram:

“Nós devemos compartilhar da responsabilidade do governo entre nós. Quando o Profeta (S) delegava uma responsabilidade a um de vós, sempre designava um de nós como seu parceiro.”

Assim, com o corpo do Profeta (S) ainda jazendo em sua casa, nem mesmo sepultado ainda, os Companheiros mostravam sinais patentes de se engajarem numa luta. Era uma situação que requeria a decisiva intervenção de alguém que tivesse a mente arejada, e ampla visão. Somente a diretriz do Alcorão poderia aparar aquela discórdia pela raiz, e providenciar um precedente pelo qual as futuras gerações se pudessem guiar.

Foi o Zaid b. Sábit quem se pôs à frente, e falou:

“Povo dos Ansar, o Mensageiro de Allah (S) procedia dos Muhajirun; então, que o califa seja um deles. Nós éramos os Ansar (auxiliadores) do Mensageiro de Allah (S); assim, sejamos nós os ansar do califa do Profeta (S), e o auxiliemos na porfia pela verdade!” Então, estendendo a mão para o Abu Bakr al Siddik, disse:

“Este é o vosso califa; assim sendo, jurai vossa fidelidade a ele!”

Como resultado do seu grande conhecimento do Alcorão, do efeito deste sobre ele, e dos anos que passou na companhia do Profeta, o Zaid b. Sábit tornou-se a luz diretora da comunidade muçulmana. O califa valia-se dele para conselhos, em questões difíceis, e os cidadãos da comunidade iam a ele com os seus problemas. Quando as pessoas tinham questões sobre como dividirem seus bens entre herdeiros, iam ter com o Zaid, pois não havia ninguém na comunidade que estivesse mais a par da pauta para aquilo, que estava estabelecido no Alcorão, do que ele; e o Zaid era destro em dividir propriedades de maneira que a divisão satisfizesse seus objetivos.

Uma ocasião, o Ômar bin al Khattab deu uma khutba (sermão) num vilarejo fora de Damasco conhecido pelo nome de Al Jabiyal. Ele dirigiu-se aos muçulmanos acerca dos assuntos que lhes diziam respeito, e os aconselhou:

“Aquele que tiver uma pergunta a fazer sobre o Alcorão, que vá ter com o Zaid b. Sábit; aquele que tiver uma pergunta a fazer sobre a lei religiosa, que vá ter com o Moaz bin Jabal; e aquele que tiver uma pergunta a fazer sobre dinheiro, que venha a mim, pois o Todo-Poderoso Allah me fez responsável por ele, e incumbiu-me do dever de o distribuir entre vós.”

Os Companheiros e as gerações de muçulmanos que os sucederam tiveram aspirantes a eruditos que prestaram, todos, ao Zaid b. Sábit o devido respeito, como homem de grande sabedoria e aprendizado. O Ibn Abbas1, o primo do Profeta (S), era também uma enciclopédia de conhecimento, mas toda a vez que via o Zaid se preparando para montar em sua mula, ia ajudá-lo e segurar as rédeas para ele. O Zaid b. Sábit perguntou para Ibn Abbas:

“Será que tens de fazer isso, ó primo do Profeta (S)?”

“É como nos foi ordenado tratarmos os nossos eruditos”, respondeu o
Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,456,545 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3