Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Convertidos ao Islam » Cat Stevens, ex-Pop star, Reino Unido
Tamanho da Fonte
Cat Stevens, ex-Pop star, Reino Unido
Tudo que eu tenho a dizer é tudo que vocês já sabem, para confirmar o que vocês já sabem, a mensagem do Profeta [que Deus o exalte] como concedida por Deus – a Religião da Verdade. Como seres humanos nós recebemos uma consciência e um dever que nos coloca no topo da criação... É importante entender a obrigação para nos livrarmos de todas as ilusões e fazer de nossas vidas uma preparação para a próxima vida. Qualquer um que perde essa chance não terá outra, e não será trazido de novo e de novo, porque é dito no Glorioso Alcorão que quando um homem for prestar contas, ele dirá, “Ó Senhor, nos envie de volta e nos dê uma outra chance. O Senhor dirá, ‘Se eu o enviar de volta você fará o mesmo.’”

Minha Educação Religiosa

Eu fui educado no mundo moderno e luxuoso do show business. Eu nasci em um lar cristão, mas nós sabemos que toda criança nasce em sua natureza original – são seus pais que a levam para essa ou aquela religião. Eu recebi esta religião (Cristianismo) e pensava dessa forma. Eu fui ensinado que Deus existe, mas não havia contato direto com Deus, de modo que nós tínhamos que fazer o contato com Ele através de Jesus – ele era de fato a porta para Deus. Isso era mais ou menos aceito por mim, mas eu não engolia completamente.

Eu vi algumas estátuas de Jesus; elas eram apenas pedras sem vida. E quando eles diziam que Deus é três, eu ficava ainda mais confuso mas não podia argumentar. Eu acreditava parcialmente nisso, porque eu tinha que respeitar a fé dos meus pais.

Pop Star

Gradualmente eu me alienei dessa educação religiosa. Eu comecei a fazer música. Eu queria ser uma grande estrela. Todas aquelas coisas que eu via nos filmes e na mídia tomaram conta de mim e, talvez, eu tenha pensado que o objetivo de ganhar dinheiro fosse o meu Deus. Eu tinha um tio que tinha um bonito carro. “Bem, eu disse, “ele conseguiu. Ele tem muito dinheiro.” As pessoas ao meu redor me influenciaram a pensar que isso era tudo; este mundo era seu Deus.

Eu então decidi que essa era a vida para mim; ganhar muito dinheiro, ter uma ‘grande vida.’ Os meus exemplos eram os pop stars. Eu comecei a fazer canções, mas no fundo eu tinha um sentimento por humanidade, um sentimento de que se eu ficasse rico eu ajudaria os necessitados. (É dito no Alcorão que nós fazemos uma promessa, mas quando conseguimos algo nós nos apegamos e nos tornamos gananciosos).

O que aconteceu foi que eu fiquei muito famoso. Eu ainda era um adolescente e meu nome e foto foram espalhados em toda a mídia. Eles me fizeram maior que a vida, e eu queria viver mais que a vida, e o único caminho de fazer isso era me drogando (com bebidas e drogas).

No Hospital

Após um ano de sucesso financeiro e vida ‘alta’, eu fiquei muito doente, contraí tuberculose e tive que ser hospitalizado. Foi então que eu comecei a pensar: o que aconteceu comigo? Eu era apenas um corpo, e meu objetivo na vida era meramente satisfazer este corpo? Eu percebi que esta calamidade foi uma bênção que Deus me concedeu, uma chance de abrir os meus olhos – “Por que eu estou aqui? Por que eu estou na cama?” - e comecei a procurar por algumas das respostas.
Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,429,795 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3