Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Al Muharamat » Muharamat (Final)
Tamanho da Fonte
Muharamat (Final)
O Pedido de Divórcio da Esposa, sem Motivo Legal


Muitas mulheres se apressam em pedir divórcio, quando acontece o menor desentendimento ou quando o marido não lhe dá o que deseja, em dinheiro. Pode estar estimulada por alguns parentes ou vizinhos, maldosos. A esposa desafia o marido com expressões que causam nervosismo: “Se for homem, divorcie-se de mim”. É sabido que o divórcio causa uma série de problemas, como desintegração da família, separação das crianças. Ela irá se arrepender quando for tarde. Por isso e, por outras coisas, estabeleceu-se a sensatez da legislação, proibindo isso. Sauban (Que Allah esteja satisfeito com ele) relatou que o Profeta (Allah o abençoe e lhe dê paz) disse: “Qualquer mulher que pedir ao marido, o divórcio, sem um sério motivo, o cheiro do Paraíso lhe será vedado.”46 ‘Ukba Ibn ‘Amir (Que Allah esteja satisfeito com ele) relatou que o Profeta (Allah o abençoe e lhe dê paz) disse: “As que pedem para ser repudiadas e as que criam caso são consideradas hipócritas.”47 Porém, se houver um motivo legal, como o abandono da oração, o consumo do álcool e das drogas, pelo marido, ou a imposição a cometer algo ilícito, ou causar sofrimento, injustamente, ou vedar-lhe os direitos legais e o conselho é inútil à reconciliação. Não haverá culpa, se a mulher, nesse caso, pedir o divórcio para se salvar religiosa e pessoalmente.


46. Narrado por Ahmad, 5/277. Consta, também do Sahih Al Jámi’, nº 2703.

47. Narrado por Tabarani, 17339. Consta, também, do Sahih Al Jámi’, nº 1934.



Ter relações com a esposa durante a menstruação


Allah, o Altíssimo, disse:

)وَيَسْأَلونَكَ عَنِ الْمَحِيضِ قُلْ هُوَ أَذىً فَاعْتَزِلُوا النِّسَاءَ فِي الْمَحِيضِ وَلا تَقْرَبُوهُنَّ حَتَّى يَطْهُرْنَ)(البقرة: من الآية222)

Consultar-te-ão acerca da menstruação; dize-lhes: É uma impureza. Abstende-vos, pois, das mulheres durante a menstruação e não vos acerqueis delas até que se purifiquem”. (2:222). Não é permitido ter relações com ela até que se banhe, por causa das palavras do Altíssimo:

) فَإِذَا تَطَهَّرْنَ فَأْتُوهُنَّ مِنْ حَيْثُ أَمَرَكُمُ اللَّهُ)(البقرة: من الآية222)

Quando estiverem purificadas, aproximai-vos então delas, como Allah vos tem disposto”. (2:222).

O Profeta (Allah o abençoe e lhe dê paz) disse: “Quem tiver relações com a esposa, enquanto menstruada, ou praticar coito anal com ela ou for mago, estará negando o que foi revelado a Mohammad.”48

Quem o fizer, por erro, sem intenção, ou sem saber, não comete pecado. Quem o fizer intencionalmente, deve pagar expiação, na opinião de alguns teólogos, ou seja, um ou meio dinar (moeda de ouro da época). Alguns disseram que o homem tem poder de escolha. Outros disseram que se tiver relação no início da menstruação, deve pagar o dinar. Se tiver relação no final do ciclo menstrual ou antes de seu banho, deve pagar meio dinar. O dinar é equivalente a 4,25 gramas de ouro, que se deve dar aos pobres, ou seu equivalente em dinheiro corrente.49

48. Narrado por Tirmizi, baseado em Abu Huraira, 1/243. Consta, também, Sahih Al Jámi’, nº 5918.

49. O certo é que ele tem poder de escolha entre o dinar e metade do dinar, quer seja no início ou no fim do período menstrual. O dinar equivale a R$ 150,00 (cento e cinquenta reais).

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,427,655 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3