Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Atualidades » A Liberação das Mulheres através do Islã (parte 2 de 2): Vida Conjugal
Tamanho da Fonte
A Liberação das Mulheres através do Islã (parte 2 de 2): Vida Conjugal
Descrição: Os papéis complementares de maridos e esposas no Islã.
Por Mary Ali e Anjum Ali (editado por IslamReligion.com)
Publicado em 09 Mar 2009 - Última modificação em 18 Mar 2009

Visualizado: 3204 (média diária: 4) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 248 - Enviado por email: 3 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Atualidades > Mulheres

Direitos de uma Esposa

O Alcorão afirma:

“Entre os Seus sinais está o de haver-vos criado companheiras da vossa mesma espécie, para que com elas convivais; e colocou amor e piedade entre vós. Por certo que nisto há sinais para os sensatos.” (Alcorão 30:21)

O casamento, portanto, não é apenas uma necessidade física ou emocional mas, de fato, um sinal de Deus! É uma relação de direitos e obrigações mútuos baseados na orientação divina.  Deus criou homens e mulheres com naturezas complementares e, no Alcorão, Ele estabeleceu um sistema de leis para apoiar a interação harmoniosa entre os sexos.

“...Elas são vossas vestimentas e vós sois as delas...” (Alcorão 2:187)

A vestimenta fornece proteção física e cobre a beleza e falhas do corpo.  Um cônjuge é visto da mesma forma.  Cada um protege o outro e oculta as falhas e elogia as características do cônjuge.  Para alimentar o amor e segurança que vêm com o casamento, as esposas muçulmanas têm vários direitos.  O primeiro dos direitos da esposa é receber o mahr, um presente do marido, que é parte do contrato de casamento e que é requerido para a legalidade do casamento.

O segundo direito de uma esposa é a manutenção. Independentemente de qualquer riqueza que ela possa ter, seu marido é obrigado a prover-lhe alimento, moradia e vestimenta.  Ele não é forçado, entretanto, a gastar além de sua capacidade e sua esposa não tem o direito de fazer exigências desmedidas.  O Alcorão afirma:

“Que o abastado retribua isso, segundo as suas posses; quanto àquele, cujos recursos forem parcos, que retribua com aquilo com que Deus lhe agraciou. Deus não impõe a ninguém obrigação superior ao que lhe concedeu; Deus trocará a dificuldade pela facilidade.” (Alcorão 65:7)

Deus nos diz que os homens são protetores das mulheres e que a eles é concedida a liderança na família.  Sua responsabilidade em obedecer a Deus se estende a guiar sua família a obedecer a Deus em todos os momentos.

Os direitos de uma esposa também se estendem além das necessidades materiais.  Ela tem direito a tratamento gentil.  O Profeta disse:

“Os melhores crentes são os melhores em conduta, e os melhores dentre vocês são aqueles que são os melhores com suas esposas.”

Deus nos diz que Ele criou cônjuges e colocou amor, misericórdia e tranqüilidade entre eles.

Homens e mulheres precisam de companheirismo e têm necessidades sexuais, e o casamento é planejado para atender a essas necessidades.  Se um cônjuge negar essa satisfação ao outro, existe a tentação de buscá-la em outro lugar.

Deveres de uma Esposa

Com direitos vêm responsabilidades.  Portanto, as esposas têm certas obrigações com seus maridos.  O Alcorão afirma:

“...As boas esposas são as devotas, que guardam, na ausência (do marido), o segredo que Deus ordenou que fosse guardado....”  (Alcorão 4:34)

Uma esposa deve manter os segredos do marido e proteger a privacidade conjugal.  A esposa não deve compartilhar com outras pessoas falhas do marido na intimidade sexual que poderiam desonrá-lo, da mesma forma que se espera que ele guarde a honra dela.

Uma esposa também deve proteger os bens do marido.  Deve se empenhar ao máximo para proteger a casa e os bens dele de roubo ou dano.  Deve gerenciar os assuntos domésticos de forma sábia para prevenir perda ou desperdício.  Não deve permitir que alguém que o marido desgoste entre na casa, nem incorrer em quaisquer despesas que o marido desaprove.

Uma muçulmana deve cooperar e harmonizar com o seu marido.  Não pode haver, entretanto, cooperação com um homem que é desobediente a Deus.  Ela não deve atender seus pedidos se ele quiser que ela faça algo ilícito.  Um marido não deve tirar vantagem de sua esposa, mas ser atencioso com suas necessidades e felicidade.

Conclusão

O Alcorão afirma:

“Não é dado ao crente, nem à crente, agir conforme seu arbítrio, quando Deus e Seu Mensageiro é que decidem o assunto. Sabei que quem desobedecer a Deus e ao Seu Mensageiro desviar-se-á evidentemente.” (Alcorão 33:36)

Foi dado à muçulmana um papel, deveres e direitos 1.400 anos atrás que muitas mulheres não desfrutam hoje em dia, mesmo no Ocidente.  Eles vieram de Deus e têm a finalidade de manter o equilíbrio na sociedade. O que pode ser considerado injusto ou ausente em um lugar é compensado ou explicado em outro lugar.  O Islã é um estilo de vida completo.

leia o artigo original em: http://www.islamreligion.com/pt/articles/428/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,431,772 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3