Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Religião Comparada » O Maior Mandamento de Jesus
Tamanho da Fonte
O Maior Mandamento de Jesus
Descrição: Um mandamento que, se mantido, fará com que não nos afastemos do Reino de Deus.
Por IslamReligion.com
Publicado em 07 Jan 2009 - Última modificação em 11 Jan 2009

Visualizado: 5593 (média diária: 5) - Classificação: 2.9 de 5 - Classificado por: 8
Impresso: 275 - Enviado por email: 2 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Religião Comparada > Jesus

O homem foi um professor.  Ele ensinou a Lei de Moisés.  Ele estava impressionado ao ver os judeus respondendo às questões dos hipócritas e hereges com sabedoria:

“Um dos professores da lei veio e ouviu-os debatendo.  Notando que Jesus havia dado uma boa resposta, ele lhe perguntou, ‘De todos os mandamentos, qual é o mais importante?’”

Ele sentiu que era sua oportunidade de perguntar a Jesus, o Grande Mestre, qual era o mandamento mais importante, como ele poderia ser salvo, e entrar no Reino de Deus.

Nós precisamos nos livrar de todos os nossos preconceitos, tudo que nos foi ensinado nas escolas dominicais, e todos os ensinamentos dos homens.  Todos que amam Jesus devem deixá-lo falar:

“O mais importante,” respondeu Jesus, “é este: ‘Ouve, ó Israel: o Senhor nosso Deus é o único Senhor.  Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças.’”

Uma grande resposta para uma grande pergunta: aceite que o Senhor nosso Deus é um, ame-O, e adore-O com todas as suas forças.

Jesus não tinha terminado.  Ele tinha mais a ensinar.  Obviamente Jesus estava ensinando ao homem tudo que ele precisava para entrar no Reino de Deus.   Jesus acrescentou:

“...O segundo é este: ‘Ama o teu vizinho como a ti mesmo.’”

O Grande Mestre esclareceu um pouco mais:

Não existe mandamento maior que esses.”

O homem que questionou Jesus repetiu os mandamentos para ter certeza de que os tinha entendido:

Marcos 12:32 “’Muito bem, Mestre,’ respondeu o homem. ‘Com verdade disseste que Deus é um, e fora dele não há outro;’”

Jesus, vendo que o homem tinha aprendido o maior mandamento corretamente, deu-lhe as boas novas:

Marcos 12:34  “E Jesus, vendo que havia respondido sabiamente, disse-lhe: Não estás longe do reino de Deus.’”

Existem algumas lições significativas nessa estória:

Primeiro, Jesus ensinou ao homem mais do que ele perguntou, ainda assim ele não disse que era o filho de Deus, ou Salvador para redimir a humanidade de seus pecados. Ele não disse qualquer coisa remotamente semelhante ao que as pessoas são instruídas a repetidas para ‘renascer’ em Cristo, “Você deve me receber individualmente, me aceitar como o Filho de Deus, seu Senhor pessoal e Salvador que morreu na cruz por seus pecados e ressuscitará dos mortos.  Deixe que o Espírito Santo o preencha...”

Pegue o que Jesus disse e deixe o que as pessoas acrescentaram.

Segundo, a salvação depende desse mandamento. Jesus deixou claro quando um outro homem se aproximou dele para aprender (Marcos 10: 17-29). O homem caiu de joelhos e disse a Jesus:

Marcos 10: 17-18 “Bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna?”  Jesus respondeu: “Por que me chamas bom? Ninguém é bom, senão um que é Deus.”

Terceiro, Jesus confirmou que não existe mandamento maior que esses. No caso de alguém pensar que o maior mandamento mudou depois, Jesus nos disse:

Mateus 5: 17-19 “Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido.  Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.”

Quarto, qualquer um que ame Jesus e queira a vida eterna deve manter o maior mandamento de Jesus, como ele disse:

João 14: 15 “Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.”

Mateus 19:17 “...mas se é que queres entrar na vida, guarda os mandamentos.”

Quinto, um cristão sincero deve aceitar o que Jesus disse sem distorcer suas palavras ou encontrar significados ocultos nelas.  Jesus ensinou exatamente o que Moisés ensinou 2.000 anos antes dele:

Deuteronômio 6: 4-5 “Ouve, ó Israel: O Senhor nosso Deus, é o único Senhor. Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças.”

Jesus, que Deus o exalte, ensinou a mesma verdade eterna que TODOS os profetas de Deus ensinaram a seus povos: Deus é Único, adore a Ele somente.

Deuteronômio 6: 13 “Temerás ao Senhor teu Deus e o servirás, e pelo seu nome jurarás.”

Deuteronômio 5: 7 “Não terás outros deuses diante de mim.”

Isaías 43:11 “Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há salvador.”

Oséias 13:4 “Todavia, eu sou o Senhor teu Deus desde a terra do Egito;  portanto não conhecerás outro deus além de mim, porque não há salvador senão eu.”

Salmos 95: 6-7 “Oh, vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do Senhor, que nos criou.  Porque ele é o nosso Deus, e nós povo do seu pasto e ovelhas que ele conduz.”

Jesus enfatizou esse ensinamento a Satanás também:

Mateus 4:10 “Vai-te, Satanás! Porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.”

Sexto, o Alcorão confirma o maior mandamento de Jesus.  O Alcorão nos ensina exatamente que Deus enviou todos os profetas com o mesmo ensinamento: adorar somente o Único verdadeiro Deus.

“...E vosso Deus é Um: não existe outro além Dele...”  (Alcorão 2:163)

“E vosso Senhor decretou que não adoreis outro senão Ele...” (Alcorão 17:23)

“E não enviamos antes de ti (Muhammad) Mensageiro algum sem que lhe revelássemos que  ‘não existe deus a ser adorado exceto Eu, adorai-Me.’” (Alcorão 21:25)

Sétimo, no Dia da Ressurreição, o Alcorão nos diz que Deus perguntará a Jesus:

“E lembra-lhes de quando Deus dirá, ‘Ó Jesus, filho de Maria, disseste tu aos homens: ‘Tomai-me e a minha mãe como deuses ao lado de Deus?...’” (Alcorão 5:116)

Jesus responderá:

“Ele responderá: ‘Glorificado sejas!  Não me é admissível dizer o que não me é de direito.  Se o tivesse dito, Tu terias sabido.  Tu sabes o que há em mim e eu não sei o que há em Ti.  Verdadeiramente, Tu somente és o  profundo conhecedor das coisas invisíveis.  Não lhes disse senão o que me ordenaste – adorai a Deus, meu Senhor e vosso Senhor.  E fui testemunha deles enquanto permaneci entre eles. Então, quando findaste meus dias na terra, Tu foste, sobre eles, O Observante. E Tu de todas as coisas és testemunha.  Se os castigas, por certo, são Teus servos. E, se os perdoas, por certo, Tu és o Todo-Poderoso, o Sábio.” (Alcorão 5:116-118)

leia o artigo original em: http://www.islamreligion.com/pt/articles/28/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,427,880 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3