Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » A Crença do Muçulmano » Anjos (parte 2 de 3)
Tamanho da Fonte
Anjos (parte 2 de 3)
Descrição: Nomes e Deveres.
Por Aisha Stacey (© 2012 IslamReligion.com)
Publicado em 05 Mar 2012 - Última modificação em 05 Mar 2012

Visualizado: 125 (média diária: 19) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 1 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Crenças do Islã > Os Seis Pilares da Fé e Outras Crenças Islâmicas

Os anjos são seres criados por Deus, a partir da luz.  Executam os deveres que lhes foram prescritos sem vacilar ou hesitar.  Os muçulmanos adquirem entendimento dos anjos a partir do Alcorão e das tradições autênticas do profeta Muhammad.  Na parte um estabelecemos que os anjos são belas criaturas com asas, que existem em vários tamanhos e que, através da permissão de Deus, são capazes de alterar sua forma.  Os anjos têm nomes e deveres que são obrigados a executar.

O nome mais familiar para muçulmanos e não-muçulmanos é Gabriel (Jibril). O anjo Gabriel é mencionado nas tradições judaicas e cristãs como um arcanjo e mensageiro de Deus e ele[1] detém um grande status em todas as três religiões monoteístas.

“Verdadeiramente o Alcorão é a palavra de um honorável Mensageiro (Gabriel), forte, digníssimo, ante o Senhor do Trono. Que deve ser obedecido, e no qual se deve confiar.” (Alcorão 81:19-21)

Gabriel trouxe as palavras de Deus - o Alcorão - para o profeta Muhammad.

“Concedemos o Livro a Moisés, e depois dele enviamos muitos mensageiros, e concedemos a Jesus, filho de Maria, as evidências, e o fortalecemos com o Espírito da Santidade (Gabriel).” (Alcorão 2:87)

Miguel (Mikail) é o anjo responsável pela chuva e Israfil é o anjo que soará a trombeta no Dia do Juízo.  Esse três são os maiores entre os anjos devido à grande importância de seus deveres. Cada um de seus deveres lida com um aspecto da vida. O anjo Gabriel trouxe o Alcorão de Deus para o profeta Muhammad e o Alcorão nutre o coração e a alma. O anjo Miguel é responsável pela chuva que nutre a terra e, consequentemente, nossos corpos físicos. O anjo Israfil é responsável por soprar a trombeta e isso sinaliza o começo da vida eterna, no Paraíso ou no Inferno.

Quando o profeta Muhammad levanta à noite para orar começava sua oração com as palavras: “Ó Deus, Senhor de Jibril, Mikail e Israfil, Criador dos céus e da terra, Conhecedor do oculto e do visível. És o Juiz dos assuntos nos quais Seus servos diferem. Guia-me com relação às disputas da Verdade pela Sua permissão, porque guias quem deseja para a Senda Reta.”[2]

Também sabemos os nomes de vários outros anjos. Malik, é o anjo conhecido como guardião do Inferno. “E gritarão: Ó Malik, que teu Senhor nos aniquile!”. (Alcorão 43:77)

Munkar e Nakir são os anjos responsáveis por questionar as pessoas em seus túmulos. Sabemos esses nomes e compreendemos que seremos questionados pelos anjos no túmulo como mencionado nas tradições do profeta Muhammad.

“Quando o falecido é enterrado, virão até ele dois anjos em azul e preto, um deles chamado Munkar e o outro Nakir. Perguntarão: “O que costumava dizer sobre esse homem?” e ele diz que costumava dizer: “É o servo e mensageiro de Deus. Testemunho que não há divindade exceto Deus e que Muhammad é o servo e mensageiro de Deus. Dizem: “Sabíamos de antemão que costumava dizer isso.” Então seu túmulo será ampliado até um tamanho de setenta cúbitos por setenta cúbitos e iluminado. Então lhe dirão: “Durma”. Ele diz: “Voltem para minha família e conte a eles.” Eles dirão: “Durma como uma noiva a quem ninguém acordará, exceto seu amado” até Deus ressuscitá-lo...”[3]

No Alcorão encontramos a história de dois anjos chamados Harut e Marut, que foram enviados para a Babilônia para ensinar mágica às pessoas.  O uso da mágica é proibido no Islã, mas esses anjos foram enviados como um teste para as pessoas.  Antes de revelarem ou ensinarem mágica Harut e Marut claramente alertaram os habitantes da Babilônia que tinham sido enviados como um teste e que os compradores de mágica não teriam lugar na vida eterna, ou seja, iriam para o inferno. (Alcorão 2:102)

Embora às vezes se suponha que o nome do anjo da morte seja Azrail, não há nada no Alcorão ou nas tradições autênticas do profeta Muhammad que indique isso.  Não sabemos o nome do anjo da morte, mas conhecemos seu dever e que ele tem assistentes.

“Dize: “O anjo da morte, que foi designado para vos guardar, recolher-vos-á, e logo retornareis ao vosso Senhor.”(Alcorão 32:11)

“... vos envia anjos da guarda para que, se a morte chegar a algum de vós, os Nossos mensageiros o recolham, sem negligenciarem o seu dever. Logo, retornarão a Deus, seu verdadeiro Senhor.” (Alcorão 6:61-62)

Existe um grupo de anjos que viaja pelo mundo, em busca de pessoas que meditam sobre Deus. Das tradições do profeta Muhammad sabemos que: “Deus tem anjos que viajam pelas rodovias em busca de pessoas que meditam sobre Deus.  Quando encontram pessoas meditando sobre Deus, chamam dizendo: “Venha para o que anseias!” e os envolvem com suas asas, alcançando o nível inferior do paraíso. Seu Senhor então lhes pergunta e Ele sabe melhor que eles: “O que Meus servos estão dizendo?” Dizem: “Estão Lhe glorificando, exaltando, louvando e elogiando.” Ele pergunta: “Eles Me viram?” Dizem: “Não, por Deus, não Lhe viram.” Ele pergunta: “E como seria se Me vissem?” Dizem: “Seriam ainda mais fervorosos e devotados em seus louvores e adoração.” Ele pergunta: “O que Me pedem?” Dizem: “Pedem-Lhe o Paraíso.” Ele pergunta: “Já o viram?” Dizem: “Não, por Deus, não o viram.” Ele pergunta: “E como seria se o vissem?” Dizem: “Ficariam ainda mais ansiosos por ele e Lhe suplicariam ainda mais intensamente.” Ele pergunta: “E para o que pedem Minha proteção?” Dizem: “Do fogo do Inferno.” Ele pergunta: “Eles o viram?” Dizem: “Não, por Deus, não o viram.” Ele pergunta: “E como seria se o vissem?” Dizem: “Teriam ainda mais medo e ficariam ainda mais ansiosos para escapar dele.” Deus diz: “Vocês são Minhas testemunhas de que Eu os perdoei.” Um dos anjos diz: “Existe quem não pertença realmente a eles e veio (para o encontro) por alguma outra razão.” Allah diz: “Todos estavam no encontro e um deles não será excluído (do perdão).”[4]

Os muçulmanos crêem que os anjos têm deveres especiais a executar em relação aos seres humanos. Eles os guardam e protegem e dois anjos registram as boas e más ações. Testemunham as orações e um deles é responsável pelos fetos nos úteros.  Na parte três entraremos em mais detalhes e descreveremos as associações entre anjos e seres humanos.



Footnotes:

[1] O uso do termo ele é para facilitar a gramática e de forma alguma indica que os anjos são do sexo masculino.

[2] Saheeh Muslim

[3] Sunan At Tirmidhi. Abu Isa disse: É um hadith ghareeb hasan. É considerado como hasan no Saheeh al-Jaami’, no. 724.

[4] Saheeh Al-Bukhari

leia o artigo original em: http://www.islamreligion.com/pt/articles/2793/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,429,736 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3