Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Histórias dos Profetas » A História de Moisés (parte 6 de 12): Uma Conversa Surpreendente
Tamanho da Fonte
A História de Moisés (parte 6 de 12): Uma Conversa Surpreendente
Descrição: A história até agora.
Por Aisha Stacey (© 2012 IslamReligion.com)
Publicado em 16 Apr 2012 - Última modificação em 16 Apr 2012

Visualizado: 242 (média diária: 6) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 22 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Crenças do Islã > Histórias dos Profetas


Em uma noite escura, na sombra do Monte Tur, Deus conferiu a missão profética a Moisés.  Seu primeiro comando foi ir até o faraó.

“Vai ao Faraó, porque ele se extraviou.” (Alcorão 20:24)

Moisés fugiu do Egito temendo por sua vida; passou 10 anos em um país fora da jurisdição do faraó.  Agora Deus ordena que enfrente seu maior temor.  Deve enfrentar o corrupto faraó; o homem que Moisés estava certo de mandaria executá-lo.  Moisés mais uma vez sentiu o medo que o acompanhou durante sua longa jornada pelo deserto.  Respondeu às palavras de Deus:

“Meu Senhor!  Em verdade, matei um homem deles e temo que me matem!”  (Alcorão 28:33)

Moisés estava com medo, mas compreendeu que Deus era totalmente capaz de prover todo o apoio que precisava para uma missão que parecia ser virtualmente impossível.  Moisés suplicou; implorou por força e conforto nessa missão muito difícil.  Pediu a Deus que abrisse seu coração e lhe concedesse eloquência, autoconfiança e contentamento.  Também suplicou a Deus que o fortalecesse com um companheiro confiável e capaz na missão profética, seu irmão Aarão.

O diálogo entre Deus e Moisés é uma das conversas mais surpreendentes contidas nas páginas do Alcorão.  As palavras de Deus são transmitidas com eloquência e clareza.  Pintam o retrato de um homem forte e ainda assim humilde e encantado com seu encontro com Deus.  Transmitem um sentido etéreo de que Deus é todo poderoso, onipotente e, ainda assim, cheio de misericórdia e amor por Seus servos.

“Suplicou-lhe: Ó Senhor meu, dilata-me o peito; Facilita-me a tarefa; E desata o nó de minha língua, para que compreendam a minha fala. E concede-me um vizir dentre os meus, meu irmão Aarão, que poderá me fortalecer. E associa-o à minha missão, para que Te glorifiquemos intensamente. E para mencionar-Te constantemente. Porque só Tu és o nosso Velador.

Disse-lhe: Teu pedido foi atendido, ó Moisés! Já te havíamos agraciado outra vez, quando inspiramos a tua mãe o que lhe foi inspirado: Põe (teu filho) em um cesto e lança-o ao rio, para que este leve à orla, donde o recolherá um inimigo Meu, que é também dele. Depois, Eu lhes infundi amor para contigo, para que fosses criado sob a Minha vigilância. Foi quando tua irmã apareceu e disse: Quereis que vos indique quem se encarregará dele? Então, restituímos-te à tua mãe, para que se consolasse e não se condoesse. E mataste um homem; porém, libertamos-te da represália e te provamos de várias maneiras. Permaneceste anos entre o povo de Madian; então (aqui) compareceste, como te foi ordenado, ó Moisés!

E te preparei para Mim. Vai com teu irmão, portando os Meus sinais, e não descures do Meu nome. Ide ambos ao Faraó, porque ele se transgrediu.

Porém, falai-lhe afavelmente, a fim de que fique ciente ou tema.

Disseram: Ó Senhor nosso, tememos que ele nos imponha um castigo ou que transgrida (a lei)!

Deus lhes disse: Não temais, porque estarei convosco; ouvirei e verei (tudo). Ide, pois, a ele, e dizei-lhe: Em verdade, somos os mensageiros do teu Senhor; deixa sair conosco os israelitas e não os atormentes, pois trouxemos-te um sinal do teu Senhor.  Foi-nos revelado que o castigo recairá sobre quem nos desmentir e nos desdenhar.” (Alcorão 20:25-48).

Essa curta e surpreendente conversa mudou a vida de Moisés.  Ensinou-lhe lições sobre si mesmo, sobre seu mundo, sobre a natureza da humanidade e, o mais importante de tudo, sobre a natureza de Deus.  Até esse dia continua a ensinar importantes lições para a humanidade.  Diariamente as palavras do Alcorão mudam vidas.  As lições aprendidas na história de Moisés são tão relevantes hoje como foram há milhares de anos.

Ao ler a história de Moisés até agora, aprendemos a importância de confiar em Deus; aprendemos que os seres humanos planejam e tramam, mas o plano de Deus pode superar qualquer triunfo, teste ou tribulação.  A história de Moisés nos ensina que não existe alívio dos tormentos desse mundo exceto com a lembrança e proximidade de Deus.

A história de Moisés nos ensina que Deus pode substituir fraqueza por força e fracasso por vitória, e que Deus apoia os virtuosos com fontes inimagináveis.  Agora que Deus confere a missão profética a Moisés e seu irmão Aarão, aprendemos o significado verdadeiro de irmandade e de escolher companheiros virtuosos como a chave para o Paraíso.

Moisés queria seu irmão para ser seu companheiro na missão profética e nessa perigosa missão de confrontar o faraó porque Aarão era forte e confiável, e também um orador persuasivo e articulado.  Sempre que uma pessoa fica ao lado de seu irmão unidos em um propósito comum, unidos em sua adoração a Deus e em virtude, são imbatíveis até contra os mais formidáveis inimigos.

Ibn Kathir narra que Moisés e Aarão foram juntos ao faraó e transmitiram sua mensagem.  Moisés falou ao faraó sobre Deus, Sua misericórdia e Seu Paraíso e sobre a obrigação da humanidade de adorar somente Deus. 

leia o artigo original em: http://www.islamreligion.com/pt/articles/3417/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,431,792 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3