Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Conheça o Islam » A Manifestação da Fé - I
Tamanho da Fonte
A Manifestação da Fé - I
O aluno que está consciente de que o exame está próximo, não lhe sobrando mais do que uma semana para estudar, e assim mesmo não se prepara, nem se preocupa com ele, ocupando-se apenas com jogos e diversão, não tem uma crença completa na proximidade do exame. A pessoa perdida pode pedir-lhe que o guie para o caminho certo. Você lhe explica a rota em detalhes e ele presta atenção a todas as explicações, porém segue para o lado oposto ao indicado. Isto demonstra que a pessoa não tem plena confiança em você como um guia. Assim, pois, a fé é algo refletido nas ações e nos comportamentos do fiel.
A Fé e a Prática

A fé não se separa da prática porque é uma conseqüência dela, um dos seus frutos e um dos aspectos visíveis nas pessoas. Por isso, Deus vinculou a fé às boas obras. Deus diz:



"Só são crentes aqueles cujos corações, quando lhes é mencionado o nome de Deus, estremecem e, quando lhes são recitados os Seus versículos, é-lhes acrescentada a fé, e confiam em seu Senhor." (8ª Surata, versículo 2)



"Somente são crentes aqueles que crêem em Deus e em Seu Mensageiro e os que, quando estão reunidos com ele, para um assunto de ação coletiva, não se retiram, sem antes haver-lhe pedido permissão. Aqueles que te pedirem permissão são os que creem em Allah e no Seu Mensageiro. Se te pedirem permissão para irem tratar dos seus afazeres, concede-a a quem quiseres, e implora para eles o perd’ao de Allah, porque Allah é Indulgente, Misericordiosíssimo." (24ª Surata, versículo 62)

"É certo que prosperarão os crentes, que são humildes em suas orações, que desdenham a vaidade, que são ativos em pagar o zakat, que observam a castidade, exceto para com os seus cônjuges ou cativas – nisso não serão reprovados. Mas aqueles que se excederem nisso serão os transgressores. Os que respeitarem as suas obrigações e seus pactos, e que observam as suas orações, estes serão os herdeiros". (23ª Surata, versículos 1-10)

"A virtude não consiste só em que orienteis os vossos rostos ao levante ou ao poente. A verdadeira virtude é a de quem crê em Deus, no Dia do Juízo Final, nos anjos, no Livro e nos profetas; de quem distribui os seus bens em caridade, por amor a Deus, entre parentes, órfãos, necessitados, viajantes, mendigos e em resgate de cativos (escravos). Aqueles que observam a oração, pagam o zakat, cumprem os compromissos contraídos, são pacientes na miséria e na adversidade ou durante os combates, esses são os verazes e esses são os tementes (a Deus)." (2ª Surata, versículo 177)
A Fé Pode Ser Incrementada

Entre os ulemás, alguns consideram a fé como uma doutrina invariável. O indivíduo teria de ser uma de duas coisas: ou crente ou incrédulo, sem meio-termo. Chegam a dizer que a fé não se incrementa, nem diminui. Porém, a maioria a considera vinculada às boas obras e afirma que ela se incrementa. Esta é a verdade, que aparece nos textos decisivos. Deus diz:



"Quando lhes são recitados os Seus versículos, é-lhes acrescentada a fé." (8ª Surata, versículo 2).



"Ela aumenta a fé dos crentes." (9ª Surata, versículo 124).



"Não fez mais do que lhes aumentar a fé ." (33ª Surata, versículo 22)

O Abandono da Prática Não Converte a Pessoa em Incrédula
Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,430,014 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3