Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » A Crença do Muçulmano » Monoteísmo - Um Deus
Tamanho da Fonte
Monoteísmo - Um Deus
Descrição: O que é monoteísmo islâmico?
Por Aisha Stacey (© 2013 IslamReligion.com)
Publicado em 04 Feb 2013 - Última modificação em 10 Feb 2013
Visualizado: 177 (média diária: 20) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 3 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Crenças do Islã > Os Seis Pilares da Fé e Outras Crenças Islâmicas

A religião do Islã é baseada na crença central de que não existe divindade merecedora de adoração, exceto Allah. Quando uma pessoa abraça o Islã ou um muçulmano quer renovar ou confirmar sua fé, professam sua crença de que não há divindade merecedora de adoração exceto Allah e que Muhammad é Seu mensageiro final.  Ashadu an la ill laha il Allah wa Ashadu anna Muhammadan Rasulullah, dizer essas palavras, o testemunho de fé, é o primeiro dos cinco pilares ou fundamentos da religião do Islã. Crer em Deus é o primeiro dos seis pilares da fé.[1]

Os muçulmanos acreditam que só existe um Deus.  Somente Ele é o Sustentador e o Criador do universo.  Ele, sem parceiros, filhos ou associados. Ele é o Misericordioso, o Sábio e o Justo.  É o oniouvinte, onividente e onisciente.  É o Primeiro e o Último.

“Dize: Ele é Deus, o Único! Deus! O Absoluto! Jamais gerou ou foi gerado! E ninguém é comparável a Ele!” (Alcorão 112)

“Originador dos céus e da terra! Como poderia Ter prole, quando nunca teve esposa, e foi Ele Que criou tudo o que existe, e é Onisciente? Tal é Deus, vosso Senhor! Não há mais divindade além d’Ele, Criador de tudo! Adorai-O, pois porque é o Guardião de todas as coisas. Os olhares não podem percebê-Lo, não obstante Ele Se aperceber de todos os olhares, porque Ele é o Onisciente, o Sutilíssimo.” (Alcorão 6:101-103)

Essa crença é às vezes chamada de monoteísmo que deriva das palavras gregas “monos”, que significa somente e “theos”, que significa deus.  É uma palavra relativamente nova na língua portuguesa e é usada para denotar o ser supremo Que é todo-poderoso e responsável pela vida, Aquele que recompensa ou pune. O monoteísmo é diretamente oposto ao politeísmo, a crença em mais de um deus, e ao ateísmo, que é a descrença em todas as deidades.

Se levarmos em consideração o significado geral da palavra “monoteísmo”, o Judaísmo, o Cristianismo, o Islã, o Zoroastrismo e algumas filosofias hindus podem todos ser incluídos. Entretanto, é mais comum referir-se ao Judaísmo, Cristianismo e Islã como as três religiões monoteístas e agrupá-las; porém, existem diferenças gritantes entre o Cristianismo e o Islã.

O conceito de uma trindade inerente na maioria das denominações cristãs inclui ostensivamente aspectos de pluralidade.  A crença de que um Deus é de alguma forma três divindades (pai, filho e espírito santo) contradiz o conceito de monoteísmo inerente no Islã, onde a Unicidade de Deus é inquestionável.  Alguns grupos cristãos, incluindo alguns conhecidos como unitários acreditam que Deus é Um e não pode ser Deus e humano ao mesmo tempo.  Tomam as palavras de Jesus em João 17:3, “o Único e Verdadeiro Deus” literalmente.  Entretanto, a vasta maioria dos cristãos não compartilha dessa crença.

Na religião do Islã a crença em Um Deus, sem parceiros ou associados, é essencial.   É o ponto focal da religião e é a essência do Alcorão.  O Alcorão conclama a humanidade a adorar somente Deus e abrir mão de adorar falsos deuses ou associados.  O Alcorão encoraja-nos a observar as maravilhas da criação e entender a grandeza e poder de Deus e fala diretamente de Seus nomes, atributos e ações.  O Alcorão ordena que rejeitemos qualquer coisa que é adorada ao invés de ou junto com Deus.

“Não criei os gênios e os humanos, senão para Me adorarem.” (Alcorão 51:56)

Refere-se geralmente ao Islã como monoteísmo puro.  Não é adulterado com conceitos ou superstições estranhos.  A crença em Um Deus traz certeza. Os muçulmanos adoram somente Deus, Ele não tem parceiros, associados ou ajudantes.  A adoração é direcionada somente para Deus, porque Ele é o Único merecedor de adoração.  Não há nada maior que Deus.

“Louvado seja Deus e que a paz esteja com os Seus diletos servos! E pergunta-lhes: Que é preferível, Deus ou os ídolos que Lhe associam?

Quem criou os céus e a terra, e quem envia a água do céu, mediante a qual fazemos brotar vicejantes vergéis, cujos similares jamais podereis produzir? Poderá haver outra divindade em parceria com Deus? Qual! Porém, (esses que assim afirmam) são seres que se desviam.

Ou quem fez a terra firme para se viver, dispôs em sua superfície rios, dotou-a de montanhas imóveis e pôs entre as duas massas de água uma barreira? Poderá haver outra divindade em parceria com Deus? Qual! Porém, a sua maioria é insipiente.

Por outra, quem atende o necessitado, quando implora, e liberta do mal e vos designa sucessores na terra? Poderá haver outra divindade em parceria com Deus? Quão pouco meditais!

Também, quem vos ilumina nas trevas da terra e do mar? E quem envia os ventos alvissareiros, que chegam ates da Sua misericórdia? Haverá outra divindade em parceria com Deus? Exaltado seja Deus de quanto Lhe associam!

Ainda: Quem origina a criação e logo reproduz? E quem vos dá o sustento do céu e da terra? Poderá haver outra divindade em parceria com Deus? Dize-lhes: Apresentai as vossas provas, se estiverdes certos.” (Alcorão 27:59-64)



Footnotes:

[1] Os seis pilares da fé são crença em Deus, em Seus anjos, Seus profetas e mensageiros, todos os Seus livros revelados, no Dia do Juízo e no decreto divino.

leia o artigo original em: http://www.islamreligion.com/pt/articles/3298/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,431,854 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3