Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Adoração e Prática » Sexta - o Melhor Dia da Semana
Tamanho da Fonte
Sexta - o Melhor Dia da Semana
Descrição: A significância da sexta-feira na vida de um crente.
Por Aisha Stacey (© 2013 IslamReligion.com)
Publicado em 24 Jun 2013 - Última modificação em 24 Jun 2013
Visualizado: 177 (média diária: 10) - Classificação: 5 de 5 - Classificado por: 1
Impresso: 3 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Adoração e Prática > Os Cinco Pilares do Islã e Outros Atos de Adoração

A sexta-feira é um dia muito importante para os muçulmanos.  É mais significativo e benéfico que qualquer outro dia da semana.  É o dia em que os muçulmanos se reúnem para orar em congregação. Logo antes da oração ouvem a uma palestra com o objetivo de transmitir-lhes conhecimento valioso sobre Deus e a religião do Islã. É um dia abençoado que foi designado como tal por Deus, o Todo-Poderoso; nenhum outro dia compartilha dessas virtudes.

O dia inteiro do crente é de adoração; até celebrações são conduzidas como adoração.  Embora não haja lugar ou momento especial para adorar Deus, existem momentos, dias ou momentos que Deus tornou superiores; sexta é um desses momentos.

Das tradições do profeta Muhammad, que Deus o louve, aprendemos que “O melhor dia aos olhos de Deus é sexta-feira, o dia da congregação” [1] As orações congregacionais (obrigatórias para os homens) são um dos deveres mais fortemente enfatizados no Islã.  É um momento em que os muçulmanos se reúnem para adorar o Deus Único e encontrar força e conforto ficando ombro a ombro, reafirmando sua fé e devoção a Ele.

“Ó vós que credes!  Quando fordes convocados, para a oração da Sexta-feira, recorrei à recordação de Deus e abandonai os vossos negócios; isso será preferível, se quereis saber.” (Alcorão 62:9)

Em muitos países predominantemente muçulmanos a sexta-feira é um feriado semanal, às vezes combinado com a quinta-feira ou o sábado.  Entretanto, não existe fechamento obrigatório dos negócios, exceto durante o horário da oração congregacional.  Em países ocidentais muitos muçulmanos tentam tirar seu horário de almoço durante o horário da oração, geralmente no início da tarde.

O profeta Muhammad disse a seus seguidores que: “As cinco orações diárias e de uma oração de sexta-feira até a próxima, servem como uma expiação pelos pecados cometidos entre eles, desde que ninguém cometa um grande pecado.”[2]

É importante que um muçulmano não negligencie a oração da sexta-feira devido ao trabalho, estudo ou outros assuntos mundanos.  Os crentes devem fazer da participação dessa oração uma prioridade, já que ignorá-la três vezes seguidas sem razão válida fará com que o crente se desvie da senda reta.

Embora somente os homens sejam obrigados a participar da oração congregacional de sexta-feira, também existem muitos atos recomendados que podem ser realizados por homens, mulheres e crianças durante esse dia.  Esses atos incluem tomar um banho e vestir roupas limpas, fazer várias súplicas a Deus, enviar bênçãos para o profeta Muhammad e ler o capítulo 18 do Alcorão, intitulado “A Caverna”.

O profeta Muhammad, que Deus o louve, disse: “Não há dia mais virtuoso que a sexta-feira.  Nela existe uma hora na qual quem orar a Deus, será ouvido.”[3]

“A sexta-feira consiste de doze horas, uma das quais é a hora na qual as súplicas são concedidas para os crentes.  Essa hora é buscada durante a última hora depois de Asr (a terceira oração no dia).[4]"

“Quem recita “A Caverna” na sexta-feira, Deus lhe concederá uma luz para a próxima sexta-feira.”[5]

“O melhor dia no qual o sol nasce é sexta-feira.  É o dia em que Adão foi criado.  O dia em que Adão entrou nos Jardins Celestiais, em que foi expulso dele e também o dia em que morreu. Sexta-feira é o dia em que o Dia da Ressurreição ocorrerá.” [6]

Sexta-feira também é o dia no qual um dos mais importantes versículos do Alcorão foi revelado.

“Hoje, completei a religião para vós; tenho-vos agraciado generosamente e escolhi para vós o Islã como sua religião.” (Alcorão 5:3)

Uma história da vida do segundo califa Omar ilustra a significância da sexta-feira.   Uma pessoa erudita entre os judeus disse a Omar Ibn al Khattab: “No Alcorão vocês leem certo versículo; se aquele versículo tivesse sido revelado para nós, celebraríamos aquele dia anualmente.” Omar perguntou: “Que versículo é esse?” O homem respondeu: “Hoje, completei a religião para vós.” Omar então disse: “Verdadeiramente, lembro-me do dia e lugar em que esse versículo foi revelado. Foi uma dupla celebração para nós.  Primeiro era uma sexta-feira, um dia de Eid (celebração) para todos os muçulmanos e, segundo, era o dia de Arafat - o dia mais importante do Hajj.” Omar afirmou ainda que esse versículo foi revelado depois de Asr (a oração da tarde) enquanto o profeta Muhammad estava sentado em seu camelo.

Sexta-feira é um dia especial; a oração congregacional realizada nesse dia tem uma significância especial na vida de um muçulmano.  Isso é muito destacado e discutido por eruditos islâmicos do passado e do presente.  O erudito islâmico do século treze Ibn Taymiyyah, disse: “O dia mais excelente da semana é sexta-feira, de acordo com o consenso dos sábios” [7] e seu aluno Ibnul -Qayyim menciona 32 características especiais da sexta-feira em seu livro Zad Al-Ma’ad. O profeta Muhammad disse: “Verdadeiramente, esse é o dia de celebração que Deus prescreveu para os muçulmanos” [8].  Os crentes devem ser sábios para tirar vantagem das bênçãos que Deus envia para Seus servos na sexta-feira.  Esse é um dia de congregação, celebração, contemplação e súplicas.



Footnotes:

[1] Bayhaqi, autenticado por Sheikh Al Albani.

[2] Saheeh Muslim

[3] At Tirmidhi

[4] Abu Dawood, An Nasei

[5] Bayhaqi

[6] Saheeh Muslim, Abu Dawood, An Nasei & At Tirmidhi.

[7] Majmu’ah Fatawa

[8] Ibn Majah, autenticado por Sheikh Al Albani.

leia o artigo original em: http://www.islamreligion.com/pt/articles/10170/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2018, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,883,472 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2018 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3