Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Os Benefícios do Islam » Como se comportar quando acometido por uma doença
Tamanho da Fonte
Como se comportar quando acometido por uma doença
Descrição: Passos práticos a adotar quando afetados por uma doença ou ferimento.
Por Aisha Stacey (© 2013 IslamReligion.com)
Publicado em 02 Sep 2013 - Última modificação em 02 Sep 2013
Visualizado: 179 (média diária: 11) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 6 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Os Benefícios do Islã > Felicidade Verdadeira e Paz Interior

“Ele possui as chaves do incognoscível, coisa que ninguém, além d’Ele, possui;  Ele sabe o eu há na terra e no mar;  e não cai uma folha (da árvore) sem que Ele disso tenha ciência;  não há um só grão, no seio da terra, ou nada verde, ou seco, que não esteja registrado no Livro lúcido." (Alcorão 6:59)

Quando a doença ou um ferimento nos atinge as razões podem não ser aparentes ou, talvez, estejam além de nossa compreensão.  Entretanto, Deus só quer o bem para a humanidade.  Podemos, entretanto, estar certos de que existe grande sabedoria por trás da aflição e que ela nos apresenta a oportunidade de desenvolver um relacionamento mais próximo com Deus.  Como humanos, claro, temos livre arbítrio e somos livres para escolher nosso próprio curso de ação em qualquer situação, mas a melhor reação é a paciência e a aceitação.

O profeta Muhammad, que a misericórdia e bênçãos de Deus estejam sobre ele, nos informou que seremos testados de acordo com nosso nível de fé e que o menor dos benefícios que virá desses testes será a purificação de pecados.  Ele disse: um homem será testado de acordo com o nível de seu comprometimento religioso e as tribulações continuarão a afetar um servo de Deus até que caminhe na face da terra sem o fardo de qualquer pecado.[1]

Quando a doença ou um ferimento nos atinge é natural termos medo.  Às vezes podemos ficar ressentidos, imaginando por que Deus deixou isso acontecer.  Questionamos e reclamamos, mas isso não serve a nenhum propósito exceto acentuar nossa tristeza ou sofrimento.  Deus, em Sua infinita sabedoria e misericórdia nos deu orientações claras sobre como nos comportarmos quando atingidos pela doença ou ferimentos.  Se seguirmos essas orientações é possível suportar aflições com facilidade e até sermos gratos.  Quando atingido pela doença ou ferimentos, um crente coloca sua confiança em Deus, expressa gratidão por qualquer que seja a condição que Deus tenha lhe decretado e busca ajuda médica.

O tratamento médico é permitido no Islã e buscar ajuda médica não nega ou cancela a ideia de confiar em Deus.  O profeta Muhammad deixou isso claro quando disse: "Nenhuma doença foi ordenada sem que para ela exista uma cura."[2] Um crente pode ir ao médico para o tratamento de doenças e ferimentos.  Pode buscar um diagnóstico e uma cura para doenças da mente ou condições emocionais.  Entretanto existem algumas pequenas estipulações, incluindo que uma cura não pode ser buscada em algo proibido, como o álcool.  Deus não coloca a cura em algo que Ele proibiu.

Não é permissível buscar uma cura com adivinhos, videntes e outros charlatães de qualquer tipo.  Essas pessoas alegam ter conhecimento do oculto, o que não é possível e estão apenas tentando extorquir as pessoas e desviá-las do verdadeiro e único Deus.  Deus também proibiu o uso de amuletos e talismãs para evitar doenças e ferimentos.  Todo o poder e força vêm somente de Deus.  Recorrer a alguém ou algo além de Deus para nos curar ou nos manter a salvo é um pecado muito sério.

Ao buscar tratamento ou cura nesse mundo físico é importante também buscar uma cura através de remédios espirituais.  A primeira coisa a fazer é pensar positivamente sobre Deus, confirmar sua crença Nele e contemplar Seus nomes e atributos.  Ele é o mais Misericordioso, mais Amoroso e o mais Sábio.  Somos aconselhados a recorrer a Ele pelos nomes que são mais apropriados às nossas necessidades.

“E os Mais Belos Nomes pertencem a Deus, então invocai-O com eles.” (Alcorão 7:80)

Deus não nos abandonou em relação às dificuldades, testes e tribulações desse mundo. Ele nos proveu com orientação e com as armas mais poderosas contra o tormento e a aflição - o Alcorão, palavras de lembrança e súplica e oração.[3] Quando avançamos no século 21 começamos a nos apoiar na ajuda médica ao invés de remédios espirituais autênticos. Entretanto, usar a ambos, de mãos dadas pode ser muito eficaz e mais rápido.  Algumas vezes a doença persiste e os ferimentos se tornam crônicos, mas às vezes uma saúde prejudicada pode trazer grande percepção espiritual.

Com que frequência ouvimos pessoas com doenças debilitantes ou deficiências terríveis agradecerem a Deus por suas condições ou falarem que a dor e o sofrimento trouxeram bênçãos e coisas boas para suas vidas?  Quando nos sentimos sozinhos e angustiados, Deus é nosso único apoio.  Quando a dor e o sofrimento se tornam insuportáveis, quando não há nada além de medo e miséria, é quando alcançamos a única coisa que pode trazer redenção - Deus.  Confiança completa e absoluta e submissão total à vontade de Deus traz alegria e liberdade que são conhecidas como a doçura da fé.  É paz e tranquilidade e capacita à aceitação de todas as condições que esse mundo traz, a boa, a má, a feia, a dolorosa, a angustiante e o alegre.

Finalmente, é importante entender que doença e ferimentos podem ser a forma de Deus nos purificar.  Como seres humanos não somos perfeitos, cometemos erros, fazemos más ações e ate desobedecemos deliberadamente os mandamentos de Deus.

"E todo o infortúnio que vos aflige é por causa do que cometeram vossas mãos, muito embora ele perdoe muitas coisas." (Alcorão 42:30)

A misericórdia de Deus nunca deve ser subestimada.  Ele nos pede para buscarmos o Seu perdão.  O profeta Muhammad nos lembra que Deus espera que nos voltemos para Ele.  Na última parte da noite, quando a escuridão cobre a terra, Deus desce ao paraíso mais baixo e pergunta aos Seus servos:  "Quem está Me fazendo uma súplica que Eu possa atender?  Quem está Me pedindo algo que Eu possa dar?  Quem está pedindo o Meu perdão para que Eu possa perdoar?"[4]

Geralmente o infortúnio, a dor e o sofrimento acontecem por causa de nossas próprias ações.  Escolhemos pecar, mas Deus nos purifica através da perda da fortuna, saúde ou coisas que amamos.  Às vezes sofrer agora, nesse mundo, significa que não sofreremos por toda a eternidade e, às vezes, toda aquela dor e angústia significa que alcançaremos uma estação mais elevada do paraíso.

Deus conhece a sabedoria de coisas boas acontecerem a pessoas más ou coisas más acontecerem a pessoas boas. Em geral, o que quer que nos faça voltar para Deus é bom.  Em tempos de crise as pessoas se aproximam de Deus, enquanto que em tempos de conforto frequentemente esquecemos da origem do conforto.  Deus é o Provedor e é o Generosíssimo.  Deus quer nos recompensar com vida eterna e se dor e sofrimento podem garantir o Paraíso, então má saúde e ferimentos são uma bênção.  O profeta Muhammad, que Deus o louve, disse: “Se Deus quer fazer o bem a alguma pessoa, a aflige com tribulações.”[5]

Quando a doença ataca, o melhor curso de ação é agradecer a Deus, tentar se aproximar Dele, buscar ajuda médica e contar as bênçãos que Ele nos concedeu.



Footnotes:

[1] Ibn Majah.

[2] Bukhari

[3] Para uma explicação completa do poder de cura do Alcorão consulte o artigo Saúde no Islã parte 2.

[4] Saheeh Al-Bukhari, Saheeh Muslim, Malik, At Tirmidhi, Abu Dawud

[5] Saheeh Al-Bukhari.

leia o artigo orginal em: http://www.islamreligion.com/pt/articles/2257/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2018, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,887,401 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2018 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3