Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Profeta Muhammad SAAW » As Maneiras
Tamanho da Fonte
As Maneiras
respondeu devidamente; e quando o homem se sentou, o Profeta disse: ‘Dez (méritos).’ Outro homem apareceu, e disse: ‘assalamu alaikum wa rahmatullah (que a paz e a misericórdia de Deus estejam contigo)’, ao que ele respondeu devidamente; e quando o homem se sentou, ele disse: ‘Vinte.’ Um outro homem apareceu, e disse: ‘assalamu alaikum wa rahmatullahi wa barakatuh (que a paz, a misericórdia e as bênçãos de Deus estejam contigo)’, ao que ele respondeu devidamente; e quando o homem se sentou, ele disse: ‘Trinta.’” [Al Tirmizi e Abu Dawud, e classificado como hasan por Al Albani e outros.]
9. O Profeta (S) disse: “Qundo entrardes numa casa, cuprimentai seus ocupantes; e quando partirdes, despedi-vos deles com a saudação de paz.” [Al Baihaqui, sendo que Al Albani graduou-o como hasan na obra Al Mishkat.]
10. O Profeta (S) disse: “Filho, quando fores para a tua família, cumprimenta os seus membros, pois isso será uma bênção tanto para ti como para eles.” [Al Tirmizi, e tido como hasan por Al Albani na obra Al Mishkat.]
11. O Profeta (S) disse: “Se alguém começar a falar antes de vos dar a saudação, não lhe respondais.” [Citado na obra Al Hilia, sendo que Al Albani classificou-o como hasan, na obra Al Silsila.]
12. O Profeta (S) disse: “Quando um de vós encontrar o seu irmão, deverá saudá-lo; então, se o encontrar de novo, depois que uma parede, ou uma rocha, ou uma árvore os separou, deverá cumprimentá-lo outra vez.” [Abu Dawud, sendo que Al Albani disse que sua corrente é hasan.]
13. O Profeta (S) disse: “Se um grupo de indivíduos passar perto de outro grupo, será suficiente que um deles dê a saudação em nome de todos; e será suficiente que, dentre os do outro grupo, apenas um deles responda.” [Abu Dawud, sendo que Al Albani o aprova como constituindo corrente hasan.]
14. Jábir narrou: “O Profeta (S) me mandou fazer alguma coisa. Mais tarde, eu fui ter com ele, que estava orando, e o saudei, mas ele fez um sinal para mim com as mãos. Depois que ele terminou, chamou-me, e disse: ‘Tu me saudaste agorinha pouco quando eu estava orando.’ A montaria do Profeta estava em direção ao leste.” [Muslim.]
15. Ibn Ômar narrou: “Perguntei para o Bilal como o Profeta (S) respondia se fosse saudado durante a oração. Ele respondeu: ‘Deste jeito’, e estirou as palmas das mãos.” [Abu Dawud e por Al Tirmizi, que o denominou sahih.]
Esse hadice mostra que se a pessoa for cuprimentada durante a oração, deverá responder com gestos, sem falar. Portanto, cuprimentarmos uma pessoa que está lendo, estudando ou ensinando é permissível.
16. O Profeta (S) disse: “Não é permissível que um muçulmano corte os laços com seu irmão (muçulmano) por mais de três dias, e que se evitem quando se encontram. O Melhor dos dois será aquele que primeiro cumprimentar o outro.” [Al Bukhari e Muslim.]
17. O Profeta (S) disse: “Não será um de nós aquele que imitar povos que não sejamos nós (muçulmanos). Não imiteis os judeus e os cristãos, pois a saudação dos primeiros é feita com gestos dos dedos, e a saudação dos segundos é feita com gestos das palmas das mãos.” [Al Albani classificou-o como válido na obra Sahih al Jami.]




Apertos de Mão, Sim; Beijos, Não

1. Abu al Khattab Qatada disse: “Perguntei a Anas: ‘Os apertos de mãos eram comuns entre os companheiros do Profeta?’ Ele respondeu: ‘Sim.’” [Transmitido por Al Bukhari.]
2. O Profeta (S) disse: “Não haverá dois muçulmanos que se encontrem e se apertem as mãos, sem que tenham seus pecados perdoados antes que se separem.” [Abu Dawud e outros. Esse é um hadice hasan, de acordo com o autor da obra Riyadh al Sálihin.]
3. O Profeta (S) disse: “Certas pessoas cujos corações são mais sensíveis para com o Islam do que os vossos irão chegar amanhã.” Então os achiritas chegaram e, entre eles, estava Abu Mussa al Ach’ari. Quando chegaram perto de Madina, começaram a cantarolar (poemas), dizendo:

Amanhã encontraremos,
Os amantíssimos,
Mohammad e seus companheiros.

Quando eles chegaram, apertaram as mãos (das pessoas de Madina), e foram os primeiros que iniciaram os apertos de mãos. [Ahmad. Al Mundhri disse que sua corrente é verdadeira, de acordo com as condições de Muslim.]
4. O Profeta (S) disse: “Quando um crente encontra outro, saúda-o, pega-lhe a mão e a aperta, seus pecados começam a cair como as folhas das árvores.” [Mencionado por Al Mundhri na obra Al Targhib, em que diz: “Não há na sua corrente quaisquer narradores rejeitados...”]
5. Anas relatou: “Um homem peguntou: ‘Ó Mensageiro de Deus, quando um homem encontra seu irmão ou seu amigo, deve ele curvar-se reverenciosamente?’ O Profeta respondeu: ‘Não.’ O homem perguntou: ‘Deve ele estreitá-lo nos braços e beijá-lo?’ O Profeta respondeu: ‘Não.’ O homem perguntou: ‘Deve pegar a mão dele e apertá-la (aperto de mãos)?’ Ele respondeu: ‘Sim.’” [Al Tirmizi, que disse ser sahih. O autor da obra Riyadh al Sálihin concorda com ele.]
6. Os companheiros do Profeta (S) costumavam abraçar-se quando voltavam duma viagem.
Quanto ao beijarmos a mão (da pessoa cuja mão apertamos), há
Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2019, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

3,320,927 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2019 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3