Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Religião Comparada » O que é Cientologia? (parte 1 de 2)
Tamanho da Fonte
O que é Cientologia? (parte 1 de 2)
Descrição: Breve visão geral.
Por Aisha Stacey (© 2015 IslamReligion.com)
Publicado em 23 Feb 2015 - Última modificação em 24 Feb 2015
Visualizado: 257 (média diária: 6) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 4 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0


ScientologyPart1.jpgA Cientologia foi chamada a nova religião mais significativa do mundo e os próprios cientologistas alegam tirar partido de 50.000 anos de sabedoria.  Entretanto, apóstatas da Cientologia afirmam que é um culto perigoso e vicioso disfarçado de religião. Independente da descrição que escolhemos, permanece o fato que a Cientologia é um movimento religioso controverso e misterioso, com mais de 10 milhões de membros em aproximadamente 160 países em todo o mundo. Nessa série de artigos esperamos nos aprofundar nesse movimento enigmático e encontrar a resposta para várias perguntas intrigantes. A Cientologia é uma religião ou um culto maléfico?  No que exatamente acredita um cientologista e como essas crenças se comparam à religião do Islã?

No que os cientologistas acreditam?

O website oficial da cientologia[1] afirma que "A Cientologia é uma religião que oferece um caminho preciso que leva cada um a uma compreensão completa e certa de sua verdadeira natureza espiritual e da relação consigo mesmo, família, grupos, humanidade, todas as formas de vida, o universo material, o universo espiritual e o Ser Supremo".  A partir disso podemos facilmente deduzir que a cientologia reconhece Deus ou o que se referem como Ser Supremo.

"A Cientologia consiste de um corpo de conhecimento que se estende a partir de certas verdades fundamentais. As principais entre elas a de que o homem é um ser espiritual imortal e sua experiência se estende a muito além de uma única vida. Suas capacidades são ilimitadas, mesmo se não forem percebidas no momento." Nessa afirmação podemos ver que os cientologistas acreditam em alguma forma de reencarnação, talvez não diferente das religiões orientais como o Hinduísmo ou Budismo.

A Cientologia mantém ainda que a humanidade é basicamente boa e acredita que sua salvação espiritual depende dela mesma e de que se atenha à irmandade com o universo.  Esse é um sentimento muito agradável, não diferente da maioria das religiões que existem no mundo hoje.  O objetivo supremo, dizem os cientologistas, é a verdadeira iluminação espiritual e liberdade. Exortam que isso é alcançado pela aplicação dos princípios da Cientologia e observação ou experimentação dos resultados.

O fundador da Cientologia, L Ron Hubbard, começou seus estudos da mente e espírito em 1923, resultando em um manuscrito de 1938 intitulado Excalibur.  Foi nesse trabalho não publicado que a palavra Cientologia apareceu pela primeira vez para descrever o que o sr. Hubbard chamou de "o estudo de saber como saber." Hubbard expandiu seus estudos escrevendo um manuscrito detalhando uma terapia real facilmente aplicável para a pessoa comum.

O livro que descreve a terapia, Dianetics - the Modern Science of Mental Health (Dianética - a ciência moderna da saúde mental), foi a obra-prima de Hubbard e a base da Cientologia. Fornece os meios pelos quais os praticantes descobrem vidas passadas. Levar a aplicação e pesquisa de Hubbard ainda mais adiante resultou na concretização da exteriorização—demonstrando que o espírito (thetan) é de fato separável do corpo e da mente.

O website oficial da cientologia afirma ~ Embora a dianética e a cientologia tenham sido fundadas por L. Ron Hubbard e todas as escrituras sejam exclusivamente compostas de seus escritos e palestras gravadas, ele escreveu: "Reconhece-se os cinquenta mil anos de pensadores sem cujas especulações e observações a criação e construção da dianética não teria sido possível. É dado crédito em particular a: Anaxágoras, Thomas Paine, Aristóteles, Thomas Jefferson, Sócrates, René Descartes, Platão, James Clerk Maxwell, Euclides, Charcot, Lucrécio, Herbert Spencer, Roger Bacon, William James, Francis Bacon, Sigmund Freud, Isaac Newton, van Leeuwenhoek, Comandante Thompson da marinha americana, Voltaire, William A. White, Will Durant, Conde Alfred Korzybski e meus instrutores em fenômenos atômicos e moleculares, matemática e humanidades na universidade George Washington e em Princeton."

Os homens que Hubbard reconhece são uma mistura interessante de grandes filósofos, pensadores, psicólogos e políticos. Ao examinar a lista pode-se ver por que a cientologia foi descrita como uma filosofia religiosa. Entretanto, uma forma filosófica de psicologia é uma religião? Uma definição clara e trabalhável de religião é muito difícil de encontrar. Entretanto, o dicionário online[2] se refere a ela como "um conjunto de crenças referentes a uma causa, natureza e propósito do universo, especialmente quando considerada como a criação de uma agência ou agências sobre-humanas, geralmente envolvendo observâncias devocionais e rituais e contendo um código moral que governa a conduta dos assuntos humanos."

A cientologia reconhece a existência de um Ser Supremo, embora para o não iniciado pareça carecer de uma visão clara de outra vida em que se é punido ou recompensado. Tem um código moral ou conjunto de valores convocando para a irmandade universal, mas ao invés de observâncias devocionais e rituais a cientologia tem auditoria. A auditoria é o processo de fazer perguntas com palavras específicas, designadas a ajudar a encontrar e lidar com áreas de angústia que com frequência estão profundamente enterradas na psique. A auditoria é feita com o auxílio de um E-medidor. É um dispositivo eletrônico que mede a resistência elétrica e a condutância da pele. Pode ser ritualístico em algum sentido, mas dificilmente é devocional.

De acordo com a revista Rolling Stone a cientologia é única entre as crenças religiosas, pois cobra por todos os seus serviços religiosos. A auditoria é adquirida em blocos de 12,5 horas, conhecidos como intensivos. Cada intensivo pode custar algo entre US$ 750 para sessões introdutórias a US$ 8.000 e US$ 9.000 para sessões avançadas. A auditoria ajuda a pessoa a avançar vários níveis da cientologia, até alcançar a posição de OT, ou operador de thetan.

A cientologia afirma que o termo thetan descreve a força vital que anima a todos os seres vivos. Dizem que essa força vital é separada do universo físico, que consiste de matéria, energia, espaço e tempo (chamado "MEST" na cientologia), mas age sobre ele. O thetan é o que outras religiões chamariam de alma ou espírito, mas na cientologia não se tem um thetan, se É um thetan.  Um OT, portanto, é um estado espiritual de ser no qual se pode lidar com coisas sem ter que usar um corpo de meios físicos. Nesse nível se lida com a própria imortalidade como ser espiritual e se é capaz de estudar os materiais muito avançados da pesquisa de L. Ron Hubbard.

Mesmo que existam aspectos óbvios de espiritualidade na Cientologia, as opiniões ao redor do mundo diferem se é ou não uma religião.  Legalmente é aceita como uma religião isenta de impostas nos Estados Unidos e depois de uma batalha legal, em 1983, a alta corte da Austrália reconheceu a Cientologia como religião.  A Cientologia não é reconhecida como religião na França e na Bélgica, e na Alemanha é legalmente uma organização comercial e não uma religião.

Na exposição da cientologia pela revista Rolling Stone em 2006, o sociólogo e especialista francês em religiões comparadas, Regis Dericquebourg, chamou o sistema de crenças da Cientologia de uma "utopia regressiva", na qual o homem busca retornar a um estado antes perfeito por meio de uma variedade de processos meticulosos e rigorosos para colocá-lo em contato com seu espírito primordial. Esses processos são altamente controlados e, em níveis avançados, altamente secretos.

Stephen Kent, um professor de sociologia na universidade de Alberta no Canadá diz, com referência ao histórico de escrita de ficção científica de Hubbard que "os cientologistas veem a si próprios como possuidores de doutrinas e habilidades que podem salvar o mundo e até a galáxia."

Na parte dois viajaremos a um planeta muito distante para explorar a origem das crenças da Cientologia e discutir a probabilidade de a Cientologia ser um culto e ou um negócio inclinado com frequência a atos criminosos.



Notas de rodapé:

[1] (http://www.scientology.org)

[2] http://dictionary.reference.com

http://www.islamreligion.com/pt/articles/4561/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2018, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,887,416 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2018 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3