Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Sistemas no Islam » Saúde no Islã (parte 2 de 4)
Tamanho da Fonte
Saúde no Islã (parte 2 de 4)
Descrição: O Alcorão contém orientação que promove boa saúde e cura.
Por Aisha Stacey (© 2015 IslamReligion.com)
Publicado em 22 Jun 2015 - Última modificação em 22 Jun 2015
Visualizado: 435 (média diária: 10) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 0 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Sistemas no Islã > Saúde e Nutrição

O Islã adota uma abordagem holística para a saúde.  Assim como a vida religiosa é inseparável da vida secular, a saúde física, emocional e espiritual não podem ser separadas. São três partes que completam uma pessoa saudável.  Quando uma parte está ferida ou não está saudável, as outras partes sofrem.  Se uma pessoa está doente ou ferida fisicamente, pode ser difícil se concentrar em qualquer coisa além da dor.  Se uma pessoa não está bem emocionalmente, não será capaz de cuidar de si mesma adequadamente ou sua mente pode se distanciar das realidades da vida.

Ao falar com seus seguidores o profeta Muhammad falou que o crente forte é melhor que o fraco, aos olhos de Deus.[1] A palavra forte aqui pode significar força na fé ou no caráter, mas pode igualmente significar saúde.  Nossos corpos nos foram dados por Deus em confiança e somos responsáveis pela forma como cuidamos de nossa saúde.  Embora a saúde física e emocional seja importante, a saúde espiritual precisa ser a principal prioridade em nossas vidas.  Se uma pessoa está em dificuldade espiritual a vida pode começar a se descontrolar e ocorrer problemas em todas as áreas.

Ferimentos e doenças podem ocorrer por muitas razões. Entretanto, é importante reconhecer e aceitar que nada acontece nesse mundo sem a permissão de Deus.

"Ele possui as chaves do incognoscível, coisa que ninguém, além d’Ele, possui; Ele sabe o eu há na terra e no mar; e não cai uma folha (da árvore) sem que Ele disso tenha ciência; não há um só grão, no seio da terra, ou nada verde, ou seco, que não esteja registrado no Livro lúcido." (Alcorão 6:59)

Esse mundo é um lugar transitório, embelezado por nós pelas coisas que cobiçamos, cônjuges, filhos, riqueza e luxo.  Ainda assim esses são apenas prazeres passageiros e alegrias temporárias comparados ao contentamento e beleza extrema que é o paraíso.[2].  Para nos ajudar a garantir um lugar no paraíso, Deus coloca tribulações e obstáculos em nosso caminho.  Testa nossa paciência e gratidão e nos fornece meios de superar os obstáculos.  Deus também é misericordioso e justo e podemos estar certos de que quaisquer que sejam as tribulações que enfrentemos, Deus as designou para nos ajudar a assegurar um lugar de bênção eterna.  Ferimento e má saúde são tribulações e testes que devemos enfrentar com paciência, tolerância e, acima de tudo, aceitação.

Aceitar um teste não significa não fazer nada. É claro que tentamos superá-lo e aprender com ele.  Aceitar significa enfrentar o teste pacientemente, com as armas que Deus nos forneceu.  A maior dessas armas é o Alcorão, um livro de orientação, cheio de misericórdia e cura.  O Alcorão não é um livro didático ou de medicina, mas contém orientação que promove boa saúde e cura.

"Ó humanos! Já vos chegou uma exortação do vosso Senhor, a qual é um bálsamo para a enfermidade que há em vossos corações, e é orientação e misericórdia para os crentes." (Alcorão 10:57)

"E revelamos, no Alcorão, aquilo que é bálsamo e misericórdia para os crentes..." (Alcorão 17:82)

Não há dúvida de que as palavras e versículos do Alcorão contêm uma cura para os males da humanidade.  Foi narrado nas tradições do profeta Muhammad, que a misericórdia e bênçãos de Deus estejam sobre ele, que certos versículos e capítulos pela vontade de Deus podem trazer cura para a doença e a angústia.  Lentamente ao longo dos anos começamos a nos apoiar mais nos medicamentos e remédios físicos do que nos remédios espirituais prescritos pelo Islã.  Se a fé é forte e inabalável, o efeito dos remédios espirituais pode ser rápido e eficiente.

Das tradições do profeta Muhammad vem a história do homem que o profeta enviou em uma missão.  Ele acampou próximo a algumas pessoas que não lhe demonstraram nenhuma hospitalidade.  Quando o líder do acampamento próximo foi mordido por uma cobra, foram até o companheiro do profeta pedir ajuda.  Ele recitou o capítulo de abertura do Alcorão sobre o homem afligido, que se levantou "como se tivesse sido libertado de uma corrente".[3]

É importante buscar uma cura no Alcorão na maneira prescrita pelo profeta Muhammad, mas é igualmente importante entender que é permissível e às vezes obrigatório buscar ajuda de médicos.  Nossos corpos são nossos somente em confiança. Somos obrigados a tratá-los com respeito e mantê-los da melhor maneira.  Em conformidade com a abordagem holística do Islã em relação à saúde, não há contradição em buscar a cura por meios médicos e espirituais.

O Profeta disse: "Não há doença que Deus Todo-Poderoso tenha criado para o qual Ele também não tenha criado sua cura." [4]

Ele também disse: "Há um remédio para cada doença e quando o remédio é aplicado, a doença é curada com a permissão de Deus Todo-Poderoso." [5]

O Alcorão é uma cura para o corpo e a alma.  Quando a vida se torna muito difícil ou somos assolados por ferimentos, doença ou infelicidade, o Alcorão iluminará nosso caminho e aliviará nossos fardos.  É uma fonte de conforto e alívio.  No mundo hoje muitas pessoas têm riqueza e luxo incalculáveis, mas pouco contentamento.  No Ocidente temos acesso a médicos e medicina, à cura tradicional, inovações médicas e curas alternativas, mas muitas vidas estão cheias de dor emocional e apatia.  O que falta é crença, fé em Deus.

Nas últimas décadas tornou-se amplamente aceito que a crença e práticas religiosas têm um impacto significativo na saúde física e emocional.  A pesquisa médica e científica tem demonstrado que o comprometimento religioso auxilia na prevenção e tratamento de desordens emocionais, doenças e ferimentos e melhora a recuperação.[6] Crer e se submeter à vontade de Deus é a parte mais essencial do bom cuidado médico.  As palavras e recitação do Alcorão podem curar corações e mentes e também superar a doença e ferimentos. Entretanto, a confiança completa em Deus não nega os efeitos curativos da ciência médica, desde que os usemos somente de maneira lícita.  Deus tem poder sobre todas as coisas e, portanto, precisamos colocar nossa confiança Nele, desenvolver uma relação duradoura com Seu livro de orientação - o Alcorão, seguir os ensinamentos autênticos do profeta Muhammad e buscar uma cura, qualquer que seja ela.

Comentário



Notas de rodapé:

[1] Saheeh Bukhari.

[2] Para os muçulmanos céus e paraíso não são o mesmo lugar.  Céu (sama, em árabe) é usada para os céus acima de nós que será destruído no Dia do Juízo.  Paraíso (al Janna em árabe) é o que os muçulmanos acreditam ser o oposto de inferno, uma morada eterna de paz e contentamento eternos.

[3] Saheeh Al-Bukhari

[4] Saheeh Al-Bukhari

[5] Saheeh Al-Bukhari, Saheeh Muslim

[6] Matthews, D. (2000) Is Religion Good for Your Health in Stannard, R. (Ed) God for the 21st Century Philadelphia: Templeton Foundation Press.

http://www.islamreligion.com/pt/articles/1891/saude-no-isla-parte-2-de-4/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2018, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,888,735 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2018 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3