Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Histórias dos Profetas » A história de Lot (parte 1 de 2): A vida e os tempos de Sodoma
Tamanho da Fonte
A história de Lot (parte 1 de 2): A vida e os tempos de Sodoma
Descrição: O profeta Lot adverte seu povo e os aconselha a obedecer a Deus.
Por Aisha Stacey (© 2015 IslamReligion.com)
Publicado em 21 Sep 2015 - Última modificação em 21 Sep 2015
Visualizado: 199 (média diária: 13) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 0 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Crenças do Islã > Histórias dos Profetas

Deus enviou todos os profetas a seus povos com uma mensagem, adorar somente a Deus, e não associar coisa ou pessoa alguma na adoração com Ele.  Entretanto, Deus enviou o profeta Muhammad para toda a humanidade.  Embora sua mensagem fosse a mesma, ele veio com uma lei nova, que cobria todos os povos, em todos os lugares, em todas as épocas, mesmo em um futuro distante continuando até o Dia do Juízo.  A revelação de capítulos diferentes do Alcorão era frequentemente em resposta a um evento particular ou experiências do profeta e seus seguidores.  As histórias no Alcorão ensinam lições, fornecem o pano de fundo histórico da humanidade e demonstram a natureza de Deus.  A história do profeta Lot é uma particularmente pertinente no século 21.

Em muitas cidades ao redor do mundo não é seguro caminhar pelas ruas, mesmo durante o dia.  Assassinatos, roubo de identidades e drogas existem em abundância.  Hoje em dia a maioria das crianças já se encontrou com usuários e traficantes de drogas.  O álcool está disponível livremente em lojas de esquina, mesmo que seja responsável pela ruptura de famílias, violência doméstica e corrosão da sociedade.  A pedofilia está desenfreada, assim como a pornografia infantil e o tráfico humano.  Estilos de vida degenerados são aceitos e até vistos como normais.  Essa descrição retrata um mundo assustador e fora de controle, mas ele é realmente tão diferente do mundo da época do profeta Lot?

O povo de Lot vivia em uma sociedade muito semelhante a nossa.  Era corrupta, as pessoas não tinham vergonha, criminosos e atividades criminosas eram abundantes e os que passavam pela cidade de Sodoma se arriscavam a serem roubados ou a sofrerem abuso físico.  A atmosfera geral da cidade não era a de uma sociedade coesa.  O povo de Lot não tinha moral, padrões e vergonha.  A homossexualidade era abundante e não existia em um vácuo, era pare de um estilo de vida que não só a permitia, mas também encorajava vício e corrupção.  Foi para essa cidade que Deus enviou o profeta Lot e sua mensagem era para adorarem somente a Deus.  Entretanto, o desejo e a disposição de obedecer aos comandos de Deus estão imbuídos na adoração?  O povo de Sodoma estava satisfeito com seus modos corruptos e não tinham vontade de suprimi-los.  Lot se tornou um incômodo e suas palavras foram ignoradas.

O profeta Lot conclamou as pessoas a abrirem mão de suas atividades criminais e comportamento indecente, mas elas se recusaram a ouvir.  Lot confrontou seu povo e os advertiu.  Destacou sua corrupção, atividades criminais e comportamento sexual não natural.

"Não temeis (a Deus)? Sabei que sou, para vós, um fidedigno mensageiro. Temei, pois, a Deus, e obedecei-me! Não vos exijo, por isso, recompensa alguma, porque a minha recompensa virá do Senhor do Universo." (Alcorão 26:161-164)

Nos últimos 20 ou 30 anos tornou-se comum falar sobre homossexualidade como uma maneira natural de vida. Entretanto, de acordo com a lei de Deus e em todas as três religiões celestiais (Judaísmo, Cristianismo e Islã) isso não é aceitável.  A ideia nova de que a homossexualidade é determinada geneticamente de alguma forma também é rejeitada pelo Islã.  O Alcorão afirma claramente que as pessoas de Sodoma foram as primeiras a praticar essa aberração sexual.

"Cometeis abominação como ninguém no mundo jamais cometeu antes de vós, Acercando-vos licenciosamente dos homens, em vez das mulheres. Realmente, sois um povo transgressor."

O povo de Sodoma tinha chegado a tal nível de degradação que não tinham mais vergonha.  Cometiam seus atos não naturais em público ou em privado.  Satanás estava entre eles e, como é do jeito dele, fez suas ações parecerem justas e saudáveis.  Quando Lot insistiu para que mudassem seu estilo de vida desregrado, quiseram expulsá-lo da cidade como se conclamando à pureza ele estivesse cometendo um grande pecado.  O povo de Sodoma disse a Lot: "Se não desistires, Ó Lot, contar-te-ás entre os desterrados!" (Alcorão 26:167) Lot expressou abertamente sua irritação e fúria pelas ações maléficas e atos não naturais, e clamou a Deus para salvá-lo e a sua família do mal das pessoas de Sodoma.

Em outra parte do mundo o profeta Abraão, tio do profeta Lot, recebia três convidados.  Conhecido por sua generosidade, o profeta Abraão assou uma vaca, mas para sua decepção os convidados se recusaram a comer.  Isso era muito incomum.  Os viajantes geralmente estão com fome e o fato desses convidados recusarem sua generosidade deixou o profeta Abraão muito desconfortável.  Os convidados viram o desconforto e tentaram acabar com os temores dele.  Disseram: "Não tenhas medo!" (Alcorão 15:53) Os temores dele abrandaram e o profeta Abraão perguntou aos convidados o que os tinha trazido à cidade.  Responderam: "Fomos enviados a um povo que é criminoso, descrente, politeísta e pecador." (Alcorão 15:58)

O povo de Sodoma tinha se corrompido, acreditando que seu estilo de vida degradado era aceitável.  Infelizmente no século 21 nos tornamos tão acostumados ao mal e à ignorância, que não somos mais capazes de responder da maneira correta.  Damos desculpas e tentamos justificar o comportamento maléfico, mas o fato é que quando as pessoas continuamente desrespeitam e desobedecem abertamente a Deus, devemos ficar ultrajados. Os anjos pediram licença ao profeta Abraão e seguiram para a cidade de Sodoma, em busca do profeta Lot e de sua família.

http://www.islamreligion.com/pt/articles/1872/historia-de-lot-parte-1-de-2/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2018, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,885,469 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2018 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3