Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » A Crença do Muçulmano » Feitiçaria no Islã (parte 2 de 2): A cura
Tamanho da Fonte
Feitiçaria no Islã (parte 2 de 2): A cura
Descrição: O Islã é capaz de oferecer vários remédios para curar uma pessoa dos efeitos de feitiçaria.
Por Aisha Stacey (© 2016 IslamReligion.com)
Publicado em 25 Apr 2016 - Última modificação em 25 Apr 2016
Visualizado: 220 (média diária: 50) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 2 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Crenças do Islã > Os Seis Pilares da Fé e Outras Crenças Islâmicas

O profeta Muhammad, que a misericórdia e bênçãos de Deus estejam sobre ele, nos disse que a feitiçaria era real e perigosa física e espiritualmente.  Entretanto, se enfrentamos um problema ou ficamos doentes, não devemos pensar imediatamente que fomos afetados por feitiçaria.  Com frequência aqueles que acreditam estarem afetados por feitiçaria pensam em usar a feitiçaria para se curarem.  Isso é totalmente incorreto.  O mal não pode, sob quaisquer circunstâncias, ser removido com mais mal.  O mal só pode ser curado ou removido pelo bem.

Muitas doenças da mente e do corpo imitam os efeitos de mágica e, portanto, uma pessoa deve sempre buscar ajuda de profissionais qualificados da área médica, antes de tirar conclusões precipitadas de que foi enfeitiçada.  Entretanto, a realidade é que Deus permite essas coisas em nossas vidas, como teste ou meio de recompensa maior.  É sábio lembrar que nada acontece sem a permissão de Deus e que Ele pode curar a pessoa afetada pela feitiçaria sem qualquer ação da parte da pessoa afetada ou de outras em seu nome, porque é capaz de fazer todas as coisas e é Sábio em tudo que faz.

"Sua ordem, quando quer algo, é tão-somente: "Seja!", e é." (Alcorão 36:82)

O profeta Muhammad nos contou que: "A maior recompensa vem com o maior teste. Quando Deus ama uma pessoa, Ele a testa. Quem aceita isso, obtém Sua satisfação, mas quem está descontente ganha Sua ira."[1] Deus não nos deixa indefesos diante de qualquer perigo, inclusive a feitiçaria.  Existem muitas formas de nos protegermos dos maus efeitos da feitiçaria.  Começam com as palavras de Deus, o Alcorão.

Recitar versículos do Alcorão e certas súplicas e palavras de lembrança criarão uma barreira protetora entre uma pessoa e os males da feitiçaria e, assim, é uma ideia muito boa fazer disso uma prática regular.  O capítulo de abertura do Alcorão é conhecido como o maior capítulo e é uma das maiores formas de proteção, junto com outros versículos e capítulos do Alcorão, incluindo os três últimos capítulos e o capítulo 2, versículo 255.  Esse versículo é conhecido como o maior versículo no Alcorão e o profeta Muhammad disse que quem recitasse esse versículo à noite estaria protegido até a manhã, e quem o recitasse de manhã estaria protegido até o cair da noite.[2]

O Alcorão fala consideravelmente sobre feitiçaria no capítulo 2 e esse capítulo é um dos maiores meios de proteção contra o mal de todos os tipos.  É sábio recitar ou tocar esse capítulo em sua casa regularmente.

"E seguiram o que os demônios apregoavam, acerca do Reinado de Salomão. Porém, Salomão nunca foi incrédulo, outrossim foram os demônios que incorreram na incredulidade. Ensinaram aos homens a magia e o que foi revelado aos dois anjos, Harut e Marut, na Babilônia. Ambos, a ninguém instruíram, se quem dissesse: Somos tão somente uma prova; não vos torneis incrédulos! Porém, os homens aprendiam de ambos como desunir o marido da sua esposa. Mas, com isso não podiam prejudicar ninguém, a não ser com a anuência de Deus. Os homens aprendiam o que lhes era prejudicial e não o que lhes era benéfico, sabendo que aquele que assim agisse, jamais participaria da ventura da outra vida. A que vil preço se venderam! Se soubessem..." (Alcorão 2:102)

Toda pessoa, afetada por feitiçaria ou não, deve tentar depender somente de Deus e colocar sua confiança Nele em todos os assuntos, sabendo que Deus não envia uma doença para a qual não haja cura.  Deus nos deu meios permissíveis de tratar aqueles que foram prejudicados pela feitiçaria e para nos proteger dela.  Uma pessoa deve se voltar para Deus, suplicar a Ele no início do dia, à noite e depois de cada oração.  Porque Deus é o Único que remove o mal e alivia a angústia. Ele é misericordioso e responde às súplicas de todos que clamam por Ele.  Além disso, ao nos apegarmos a Deus, buscarmos refúgio com Ele e colocarmos nossa confiança Nele, podemos obter proteção contra feitiçaria ao nos empenharmos em fazer o que é certo aos olhos de Deus e nos afastarmos do pecado.

Finalmente, vamos discutir alguns pontos importantes a ter em mente sobre o tópico de feitiçaria.  A feitiçaria geralmente é chamada de magia negra.  Isso dá a falsa impressão de que há algo chamado de magia branca, que não é perigosa ou não tão perigosa.  Magia é magia, não importa a cor usada para descrevê-la.  Enquanto a intenção do praticante possa variar do mal ao bem, foi dito categoricamente aos crentes que se afastem da magia em todas as suas formas.

Há muita informação muito perigosa circulando na internet sobre como curar uma pessoa afetada pela feitiçaria, informação tão perigosa quanto a magia.  Alguns sites dirão que sintomas físicos de doença são sinais de encantamento mágico e isso geralmente é incorreto.  As pessoas que têm sintomas parecidos com gripe ou condições estranhas devem procurar ajuda de profissionais da área médica.   Doenças mentais bem conhecidas e compreendidas são geralmente diagnosticadas erradamente como efeito de feitiçaria; isso é particularmente perigoso, especialmente quando uma pessoa sofre de delírios ou alucinações.   Quando os esforços médicos forem exauridos e os sintomas não tiverem explicação, então seria sábio buscar a ajuda de uma pessoa qualificada de conhecimento islâmico.  Entretanto, esteja certo de que quaisquer "curas" estejam estritamente em conformidade com as instruções dadas por Deus e Seu mensageiro, profeta Muhammad.

Por último, lembre que usar as palavras de Deus, que é o próprio Alcorão, como um escudo para a mágica é recomendado em todos os momentos porque atinge vários propósitos, incluindo aproximar a pessoa de Deus.



Notas de rodapé:

[1]At-Tirmidhi

[2] An-Nasai & At-Tabarani


http://www.islamreligion.com/pt/articles/5248/feiticaria-no-isla-parte-2-de-2/
Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2018, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,888,891 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2018 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3