Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Os Benefícios do Islam » As belezas do Islã (parte 3 de 3)
Tamanho da Fonte
As belezas do Islã (parte 3 de 3)
Descrição: A terceira e última parte de As belezas do Islã.  Escolhemos dez belezas dentre literalmente centenas. Que outras você descobriu?
Por Aisha Stacey (© 2016 IslamReligion.com)
Publicado em 18 Apr 2016 - Última modificação em 18 Apr 2016
Visualizado: 170 (média diária: 15) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 2 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Os Benefícios do Islã > Felicidade Verdadeira e Paz Interior

8. A igualdade de homens e mulheres

BeautiesOfIslam3.jpgO Alcorão afirma que todos os crentes são iguais que somente as ações virtuosas elevam uma pessoa sobre a outra.  Portanto, os crentes têm um imenso respeito por homens e mulheres piedosos e a história islâmica nos conta que, ambos, homens e mulheres, serviram e mostraram virtudes em todas as áreas.  Uma mulher, assim como um homem, é obrigada a adorar a Deus e cumprir os deveres dela.  Assim, é exigido que toda mulher testifique que não há ninguém merecedor de adoração exceto Deus e que Muhammad, que a misericórdia e bênçãos de Deus estejam sobre ele, é Seu mensageiro; orar; dar caridade; jejuar; e realizar a peregrinação à Casa de Deus, se tiver meios e a capacidade de fazê-lo.  Também é exigido que toda mulher acredite em Deus, Seus anjos, Seus livros, mensageiros, no Último Dia e no decreto de Deus.  E que toda mulher adore a Deus como se ela O visse.

"Aqueles que praticarem o bem, sejam homens ou mulheres, e forem crentes, entrarão no Paraíso e não serão defraudados, no mínimo que seja." (Alcorão 2:124)

O Islã reconhece que a igualdade não significa que homens e mulheres são idênticos.  Leva em consideração suas diferenças em fisiologia, natureza e temperamento. Não é uma questão de superioridade ou inferioridade, mas uma questão de habilidades naturais e ter papeis diferentes na vida. As leis do Islã são justas e levam esses aspectos em consideração. Os homens receberam o dever de trabalhar e prover por suas famílias e as mulheres o papel da maternidade e cuidado da casa.  Entretanto, o Islã afirma que esses papeis não são exclusivos e nem são inflexíveis.  As mulheres podem trabalhar ou servir a sociedade e os homens são capazes de assumir responsabilidade por seus filhos ou pela casa.  É interessante notar que no caso das mulheres que escolhem trabalhar o dinheiro que ganham é delas, mas um homem deve prover financeiramente toda a família.

9. A humanidade é capaz de se arrepender de ações passadas e se reformar

Os muçulmanos acreditam que todos os membros da humanidades podem se reformar; também acreditam que a possibilidade de uma reforma bem-sucedida é maior do que a probabilidade de fracasso.  Essa crença é derivada do fato de que Deus deu à humanidade os meios para se reformar, não apenas uma vez, mas várias e várias vezes, até próximo do Dia do Juízo.  Deus enviou mensageiros e profetas para todas as nações.  Alguns nós conhecemos do Alcorão e das tradições do profeta Muhammad, outros são sabidos apenas por Deus.

"Cada povo teve seu mensageiro; e quando seu mensageiro se apresentar, todos serão julgados equitativamente e não serão injustiçados." (Alcorão 10:47)

Deus não cobra responsabilidade de ninguém até que lhe tenha sido o caminho certo claramente.

"Jamais castigamos (um povo), sem antes termos enviado um mensageiro." (Alcorão 17:15)

Ao mesmo tempo, somos responsáveis por buscar a verdade e, ao encontrá-la, devemos aceitá-la e reformar nossas vidas de acordo com ela. As más ações passadas podem ser deixadas para trás. Não há pecado que não possa ser perdoado!

"Ó servos meus, que se excederam contra si próprios, não desespereis da misericórdia de Deus; certamente, Ele perdoa todos os pecados, porque Ele é o Indulgente, o Misericordiosíssimo." (Alcorão 39:53)

Uma pessoa deve tirar vantagem da misericórdia de Deus arrependendo-se sinceramente pelo passado ou, se não for um crente, convertendo-se à religião do Islã. Cada pessoa deve trabalhar por sua salvação combinando fé, crença e ação.

10. Deus ama a beleza em todas as suas formas

O profeta Muhammad disse: "Não entrará no Paraíso quem tiver um átomo de orgulho em seu coração." Um homem disse: "E se o homem gostar de boas roupas e sapatos"? Ele disse: "Deus é belo e ama a beleza. Orgulho significa negar a verdade e olhar para as pessoas com desdém." [1]

Beleza é o oposto de feiura.  A beleza que existe na criação atesta a beleza de Deus e também o Seu poder.  Aquele que criou a beleza é o Quem tem mais direito a ela.  E de fato o Paraíso é adornado com beleza além da imaginação. Deus é belo e é por isso que o maior de todos os prazeres no Paraíso é olhar para a Face de Deus.  Deus diz:

"No Dia, haverá semblantes radiantes, dirigindo os seus olhares para o seu Senhor." (Alcorão 75: 22-23)

Ele Se refere aos Seus nomes como os mais belos:

"E os Mais Belos Nomes pertencem a Deus, então invocai-O com eles." (Alcorão 7:180)

O conhecido sábio muçulmano Ibn al-Qayyim, que Allah tenha misericórdia dele, tinha o seguinte a dizer sobre a beleza no Islã:

"Deus deve ser reconhecido pela beleza que não tem semelhança com qualquer outra coisa e é para ser adorado através da beleza que Ele ama em palavras, ações e atitudes.  Ele ama que Seus servos embelezem suas línguas com a verdade, embelezem seus corações com devoção, amor e arrependimento sinceros e confiança Nele, embelezem suas faculdades com obediência e embelezem seus corpos mostrando Suas bênçãos sobre eles em suas vestimentas e mantendo-os puros e livres de qualquer sujeira, poeira ou impureza, pela remoção de pelos que devem ser removidos, pela circuncisão e pelo corte das unhas.  Assim reconhecem Deus por meio dessas qualidades de beleza e buscam se aproximar Dele por meio de palavras, ações e atitudes belas.  Eles O reconhecem pela beleza que é Seu atributo e O adoram através da beleza que Ele prescreveu e Sua religião."[2]



Notas de rodapé:

[1] Saheeh Muslim

[2] al-Fawaa’id (1/185)


http://www.islamreligion.com/pt/articles/5228/as-belezas-do-isla-parte-3-de-3/
Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2018, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,885,467 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2018 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3