Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » O Caráter do Muçulmano » As Boas Maneiras na Convocação
Tamanho da Fonte
As Boas Maneiras na Convocação
Em Nome de Allah, O Clemente, O Misericordioso



Havia um garoto judeu que servia ao Profeta (r). O garoto adoeceu um dia e o Profeta (r) foi visitá-lo. Sentou-se próximo à cama, e lhe disse: “Abraça o Islam, e submete-te a Allah!” O jovem olhou para o seu pai, que se encontrava presente, que lhe disse: “Obedece a Abu al Cássim!” Naquele exato momento, o rapaz judeu anunciou o seu testemunho de abraçar o Islam. O Profeta (r) saíu de lá, dizendo: “Louvado seja Allah, que salvou do Inferno o rapaz!” (Bukhári).

Allah, exaltado seja, ordenou-nos convoarmos para a crença n'Ele e a ador-a-Lo. Ele, glorificado seja, disse: “E que surja de vós um grupo que recomende o bem, dite a retidão e proíba o ilícito. Este será (um grupo) bem-aventurado.” (3:104).

E disse, explicando a virtude da recomendação a Ele: “E quem é mais eloqüente do que quem convoca (os demais) a Allah, pratica o bem e diz: Certamente sou um dos muçulmanos?” (41:33).

O Profeta (r) disse: "Quem indicar algo bom terá a mesma recompensa de quem o fizer."

A convocação para Allah possui boas maneiras que o muçulmano pratica:

A sinceridade de intenção: A sinceridade é o segredo no sucesso do convocador para Allah. O Rassulullah (r) disse: "Os atos são avaliados segundo as intenções, e cada um auferirá o que intenciona fazer." (Muttafac alaih).

A convocação com sabedoria e uma boa exortação: O muçulmano, em sua convocação aos outros, utiliza da boa palavra, afasta-se das vilezas. Allah, Ta'ála, diz: “Convoca (os humanos) à senda do teu Senhor com sabedoria e uma bela exortação; dialoga com eles de maneira benevolente.” (16:125).

A boa compreensão da religião: O convocador deve conhecer bem os preceitos da religião. Para conseguir isso, deve decorar o Alcorão e tantas tradições do Profeta (r) quanto puder para utilizá-las na sua convocação. Allah, Ta'ála, diz: "Dize: Esta é a minha maneira. Apregoo Allah com lucidez, tanto eu como aqueles que me seguem." (12:108).

O bom exemplo: O convocador constitui exemplo para os outros. Por isso, ele deve se empenhar em fazer o que sabe, que tenha a conduta que ele prega. Se não o fizer, será daqueles que Allah diz a respeito: “Ordenais, acaso, às pessoas a prática do bem e esqueceis, vós mesmos, de fazê-lo, apesar de lerdes o Livro? Não raciocinais? (2:44).

Tenha cuidado de ser daqueles que o poeta disse a respeito:

Ó homem que ensina aos outros

Poderia ser esse ensinamento a si mesmo.

É preciso que o convocador tenha uma excelente conduta, excelente biografia. Um homem foi ter com Aicha (Que Allah esteja satisfeito com ela) e lhe perguntou: "Como era a conduta do Rassulullah?" Ela respondeu: "A sua conduta era o Alcorão" (Musslim), ou seja, o Profeta tinha todas as características de bem que as pessoas desejam ter por intermédio dos versículos do Alcorão Sagrado e da Sunna profética. Que o convocador se precavenha de envolver-se em desobediências com as pessoas, afastando-se da acusação e da reputação duvidosa. O Rassulullah (r) disse: "... Aquele que evita as coisas duvidosas salvaguarda a sua fé e sua honra; aquele que se envolve com as coisas duvidosas cai em atividades ilícitas. O seu caso é como o do pastor que pastoreia seu rebanho nas vizinhanças de uma reserva exclusiva de pastagens, mas está sempre apreensivo de que algum dos animais possa invadir a pastagem. Sabei que cada rei tem uma demarcação exclusiva e proibida, e a demarcação proibida de Deus são as coisas ilícitas." (Musslim).

O afastar-se das polémicas: O convocador se afasta das questões polémicas quanto puder. Ele deve falar às pessoas sobre questões de consenso para não entrar em discussões infrutíferas, ou de exibicionismo que destrói a efetividade de seu trabalho.

O iniciar pelo prioritário: O convocador para Allah o faz paulatinamente na convocação das pessoas, convocando-as primeiro para a prática das obrigações antes das voluntárias. Convocam-nos a praticar as coisas obrigatórias antes das aconselháveis.

O Profteta (r) enviou Moaz Ibn Jabal para o Iêmen. Disse-lhe: "Irás te encontrar com pessoas do Livro (crentes das religiões reveladas); então convida-os a prestarem testemunho de que não há outra divindade além de Deus, e que eu sou o Seu Mensageiro. Quando houverem aceito isso, informa-os que Deus lhes prescreveu cinco orações (salat), de dia e de noite. Quando houverem aceito isto,
Navegação de Artigos:
|| Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,431,744 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3