Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » O Caráter do Muçulmano » As Boas Maneiras na Visita ao Cemitério
Tamanho da Fonte
As Boas Maneiras na Visita ao Cemitério
Em Nome de Allah, O Clemente, O Misericordioso

O Profeta (r) passou um dia pelos túmulos e encontrou uma mulher chorando na frente de uma sepultura. Disse-lhe: “Teme a Allah e tenha paciência.” Como a mulher não o conhecia, disse-lhe: “Deixe-me em paz, você nada sabe da minha tragédia.” O Profeta (r) a deixou e foi embora. Foi dito a ela: “Ele é o Profeta (r).” Ela foi ter com ele e lhe disse: “Não o conheci.” O Rassulullah (r) lhe disse: “A paciência é necessária no primeiro instante da aflição.”
O infortúnio necessita de paciência e o muçulmano recorre à paciência quando lhe acontece um infortúnio. O Profeta (r) visitou o túmulo da mãe e disse: “Pedi a Allah que a perdoe e Ele não me atendeu. Pedi que me permitisse visitar o Túmulo dela e Ele me atendeu. Portanto, visitem os túmulos, porque eles nos lembram a morte.” (Musslim e Abu Daúd).
Um dos piedosos disse: “Se os problemas se acumularem deve visitar os túmulos. Isso afina o coração e faz lembrar da Outra Vida. Osman (t) costumava ao ser citado o Paraíso ou o Inferno, não chorava. Ao ser citado o túmulo, ele chorava. Foi perguntado a ele a respeito e ele respondeu: Ouvi o Rassulullah (r) dizer: “O túmulo é a primeira etapa da Outra Vida. Quem conseguir se livrar dela, o que virá depois é mais fácil. Se não conseguir, não há nada mais difícil que ela.” (Ahmad).
A visita aos túmulos requer boas maneiras por parte do muçulmano:
A boa intenção: O muçulmano visita os túmulos com o desejo de agradar a Allah, Ta’ála, e reformar as debilidades de seu coração, para saudar os mortos e fazer prece por eles.
Deve iniciar com a saudação ao entrar nos cemitérios: O Profeta (r) costumava, ao entrar nos cemitérios, avisar os seus companheiros dizerem: “A paz esteja com vocês, ó habitantes dos cemitérios, de crentes e muçulmanos. Que Allah tenha misericórdia dos que nos antecederam e dos que se atrasaram. Nós, se Allah quiser, iremos os seguir.” (Musslim).
Não se deve caminhar ou se sentar nos túmulos: O muçulmano não deve sentar ou se apoiar ou caminhar sobre os túmulos devido às palavras do Profeta (r): “É melhor que alguém de vocês sente sobre uma brasa que queime-lhe a roupa e chegue à sua pele do que sentar sobre um túmulo.” (Musslim)
Recitação do Alcorão, o doar a recompensa pela recitação aos mortos e fazer prece por eles: Não há inconveniente que o muçulmano recite o que puder do Alcorão Sagrado e invoque a Allah, glorificado seja, que aceite a sua recitação e transfira a recompensa por ela ao morto.
Não se deve se abençoar pelos túmulos: Não é permitido abençoar-se com os túmulos, como não é permitido beijá-los, como fazem os ignorantes. Deve seguir as palavras do Rassulullah (S): “Se pedir faça-o a Allah, se pedir auxílio faça-o a Allah.” (Tirmizi).
Não se deve rir nem brincar no cemitério: O riso e o divertimento nos cemitérios demonstram a dureza do coração. Os túmulos teem a sua dose sacra que faz o muçulmano se afastar do divertimento, porque os túmulos lembram da morte, e isso tem advertência e exemplos.”
Deve-se elogiar os mortos e lembrar-se de suas benevolências: Não é permitido insultar os mortos ou citar as suas maldades, uma vez morreram no Islam. O Rassulullah (r) disse: “Não insultem os mortos porque já terminaram o que vieram fazer. (Bukhári) E disse: “Não devem se lembrar de seus mortos a não pelas coisas boas que fizeram.” (Nassá-i).
Não se deve praticar a oração nos cemitérios, ou tomá-los como diretriz para a oração: O Profeta (r) desaconselhou orar nos cemitérios ou dirigir-se a eles durante a oração. Ibn Omar (t) relatou que o Rassulullah (r) desaconselhou a pratica da oração em sete locais: no depósito de lixo, no abatedouro, no cemitério, no meio do caminho, no banheiro, no curral de camelos e sobre a Caaba. (Ibn Mája).
Efetuar a saudação ao se deixar o cemitério, aproveitando a admoestação e os exemplos: O muçulmano volta de sua visita ao cemitério com o coração cheio de sentimento e de crença. Ele só pratica o bem e obedece a Allah, glorificado seja, seguindo os Seus mandamentos e evita as Suas proibições. Dessa forma, a visita do muçulmano ao cemitério o faz ficar mais leve da sua vida terrena. Ele olha para os túmulos com consideração. Fica pensando na situação dos habitantes dos túmulos de quando estavam no mundo se movimentando e trabalhando. Agora, eles nada podem fazer, mas estão sendo julgados pelo que fizeram. Então, o muçulmano começa pensar em si mesmo, pois em breve será um dos seus habitantes. Por isso, ele promete a si mesmo praticar o bem no mundo para poupá-lo no Dia de Prestação de Contas. Então, despede-se do cemitério tendo adquirido uma espécie de transparência que irá ajudá-lo na prática das boas obras.
Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,431,003 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3