Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » O Alcorão Sagrado » Capítulo 79, An-Naziat (Os arrebatadores)
Tamanho da Fonte
Capítulo 79, An-Naziat (Os arrebatadores)

Descrição: Deus faz um juramento e emite um aviso severo.  A história de Moisés e do Faraó é usada como exemplo, afirmando a ressurreição e a vida após a morte.  Alguns aspectos do Dia da Ressurreição são descritos e uma pergunta é respondida.

Por Aisha Stacey (© 2017 IslamReligion.com)

 

Introdução

https://www.azernews.az/media/2017/11/01/wind.jpgO capítulo 79 é intitulado Os arrebatadores.  Recebe esse nome da palavra árabe no primeiro versículo, naziat.   Esta palavra é mais frequentemente traduzida como anjos, particularmente os anjos encarregados de extrair as almas dos mortos.  Os arrebatadores é um dos capítulos curtos, apenas 46 versículos, encontrados no final do Alcorão e revelados em Meca.  Os habitantes de Meca da época negavam enfaticamente a ressurreição e, assim, o assunto do Arrebatador confirma o Dia da Ressurreição tão vigorosamente quanto o capítulo anterior 78, A Grande Notícia.   Os habitantes de Meca, porém, não negavam a existência dos anjos; portanto, Deus jura pelos anjos que a realidade do Dia da Ressurreição não pode ser negada.

Versículos 1 - 5 Um juramento

Um juramento, por Deus, daqueles anjos que arrancam as almas destinadas ao Inferno.  E aqueles anjos que gentilmente removem as almas destinadas ao Paraíso.  Também por aqueles anjos que planam como se estivessem nadando e aqueles que atacam rapidamente, competindo avidamente uns com os outros para realizar os mandamentos de Deus.  E os anjos que organizam cada assunto de acordo com o decreto de Deus. 

Versículos 6 - 14 Um aviso severo

No Dia da Ressurreição haverá uma explosão de trombeta ou sirene que será seguida por uma segunda explosão.  A primeira explosão da trombeta destruirá a terra e tudo nela, enquanto a segunda anunciará a humanidade saindo de suas sepulturas.  Os corações daqueles que negaram a ressurreição irão tremer e bater com terror.  Seus olhos estarão abatidos.  

Em Meca, na época em que estavam se perguntando: "Será que realmente seremos devolvidos à Terra mesmo que nossos ossos tenham se deteriorado?" Descreviam a ressurreição de modo irônico como um retorno perdedor, uma restauração inútil.  Deus então os adverte severamente que será um único som e eles se estarão vivos mais uma vez, todos juntos, em uma planície aberta.  É inevitável e não pode ser evitado por negação, fuga ou zombaria.

Versículos 15-25 Moisés e Faraó

Deus chamou o profeta Moisés no vale sagrado conhecido como Tuwa.  Vá para o Faraó, Moisés foi informado, pois ele transgrediu além de todos os limites.  Pergunte se ele quer se arrepender e se purificar. Ofereça-se para guiá-lo em direção a Deus, mostrando-lhe um grande milagre.  Moisés transformou seu bastão em uma serpente, mas o Faraó negou o milagre e deu as costas à oferta de ser guiado para a fé. 

O Faraó apressadamente reuniu seu povo.   Proclamou a eles que ele era o Senhor mais exaltado; o supremo e o mais elevado.  Deus o tomou por castigo nesta vida e na outra; por se estabelecer como uma divindade, por sua opressão do povo e por negar a oferta de Moisés.  Esta é uma lição e uma advertência para quem teme e reverencia a Deus.

Versículos 27 - 33 Deus, o Criador

Deus faz uma pergunta para a humanidade.  O que é mais difícil de criar, vocês ou os céus? O universo foi construído elevado e em perfeita proporção.  A escuridão da noite se espalha sobre a terra como se fosse um dossel e de dia o sol está brilhando no céu.  Deus criou a terra com fontes de água, vegetação de todos os tipos e montanhas firmemente assentadas no solo.  Todas estas coisas foram fornecidas para o benefício da humanidade e de todas as criaturas vivas.

Versículos 34 - 41 Uma morada permanente

O grande desastre acontecerá.  O Dia da Ressurreição chegará e todas as pessoas se lembrarão exatamente do que ele ou ela fez.  O inferno estará à vista para todos verem.  Ele se tornará o lar daqueles que transgrediram, se rebelaram ou preferiram a vida deste mundo.  O paraíso, no entanto, se tornará o lar e o refúgio de todos os que foram justos, aqueles que se contiveram dos desejos básicos e temeram esse Dia memorável.

Versículos 42 - 45 E eles perguntaram sobre a Hora

Os descrentes de Meca perguntaram ao Profeta Muhammad sobre a Hora.  Embora não acreditassem na ressurreição ou na vida após a morte, faziam essa pergunta repetidas vezes.  Quando chegará, eles perguntavam, mas o Profeta Muhammad não era capaz de respondê-los.  Só Deus sabe a resposta.  A Ele pertence o conhecimento final.  A mensagem e a advertência do profeta Muhammad só beneficiarão aqueles que temem a vinda do Dia.

Versículo 46 Uma vida é apenas um momento

Quando o Dia da Ressurreição começar, a humanidade se sentirá como se tivesse estado nesta vida somente pela noite de um dia ou uma parte da manhã.  Aqueles que arruinaram sua vida após a morte se perguntarão como puderam tê-lo feito em tão pouco tempo.

 

https://www.islamreligion.com/pt/articles/11169/capitulo-79-an-naziat-os-arrebatadores/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2019, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,999,070 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2019 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3