Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » A Crença do Muçulmano » Deus é al-Hakeem – O Sábio
Tamanho da Fonte
Deus é al-Hakeem – O Sábio

Por Salman al-Oadah (islamtoday.net) [editadopor IslamReligion.com]

O Alcorão menciona dois nomes para Deus que estão relacionados linguisticamente de forma muito próxima.  O primeiro é al-Hakeem (o Sábio) e o segundo é al-Haakim (o Juiz).  Deus é chamado como "o Sábio" no Alcorão 93 vezes e como "o Juiz" seis vezes.

Por exemplo, Deus diz:

"Tu és Prudente, Sapientíssimo." (Alcorão 2:32) e "Tu és o Poderoso, o Prudentíssimo." (Alcorão 2:129).

"Ele é Onisciente, o Prudentíssimo." (Alcorão 6:18) 

"... é Munificente, Prudentíssimo." (Alcorão 4:130) 

Deus Se refere a Si próprio como o Juiz quando diz: "Poderia eu anelar outros árbitro que não fosse Deus, quando foi Ele Quem vos revelou o Livro detalhado?" (Alcorão 6:114) 

E: "Ele é o melhor dos Juízes." (Alcorão 7:87) 

E onde Ele diz: "E Noé clamou ao seu Senhor, dizendo: Ó Senhor meu, meu filho é da minha família; e Tua promessa é verdadeira, pois Tu és o mais equânime dos juízes!" (Alcorão 11:45) 

E: "E Deus não é o melhor dos Juízes?" (Alcorão 95:8) 

Sabedoria de Deus

Ser sábio significa conhecer coisas como elas são, agir com elas de acordo e colocar tudo em seu lugar e função adequados.  Deus diz sobre Sua criação: "E verás as montanhas, que te parecem firmes, passarem rápidas como as nuvens. Tal é a obra de Deus, Que tem disposto prudentemente todas as coisas, porque está inteirado de tudo quanto fazeis." (Alcorão 27:88) 

A sabedoria de Deus pode ser testemunhada em Sua criação e especialmente na criação do ser humano, com sua mente e alma.  Deus nos diz que criou o ser humano na melhor das formas:

"Que criamos o homem na mais perfeita proporção. Então, o reduzimos a mais baixa das escalas, Salvo os crentes, que praticam o bem; estes terão uma recompensa infalível. Quem, então, depois disso, te contradirá, quanto ao Dia do Juízo? Acaso, não é Deus o mais prudente dos juízes?" (Alcorão 95:4-8)

Sabedoria humana

Deus é o Sábio que concede sabedoria para os servos que considera aptos.  Deus diz: "Ele concede sabedoria a quem Lhe apraz, e todo aquele que for agraciado com ela, sem dúvida terá logrado um imenso bem; porém, salvo os sensatos, ninguém o compreende." (Alcorão 2:269) 

Deus concede a algumas pessoas uma habilidade excepcional para analisar problemas e apresentar soluções viáveis, que quando diante de uma crise ou dificuldade podem pesar cada consideração de uma maneira adequada e equilibrada.  Essas são pessoas que outras consultam e se apoiam em vários aspectos de suas vidas.  Algumas pessoas têm sabedoria em relação a questões sociais.  Outras possuem sabedoria quando se trata de relações interpessoais.  Existem aquelas que são sábias em assuntos econômicos. 

O ramo de consultoria é vital e importante hoje em dia.  Muitos consultores bem-sucedidos são pessoas a quem Deus abençoou com sabedoria em seu ramo para complementar seu conhecimento, visão e experiência. 

Devemos perceber que a sabedoria pode ser especializada.  Uma pessoa pode ter sabedoria profunda em um ou mais aspectos da vida, sem ser sábia em tudo.  Uma pessoa pode ser sábia em assuntos mundanos sem ser sábia em questões de fé. De fato, até mesmo sem ser um crente. 

Deus: o Juiz soberano 

Deus tem soberania sobre todos os assuntos na criação.  Isso é transmitido pelo nome al-Hakam, que aparece no versículo a seguir: "Poderia eu anelar outros árbitro que não fosse Deus, quando foi Ele Quem vos revelou o Livro detalhado?" (Alcorão 6:114) 

Além disso, nada ocorre na criação, exceto por Sua autoridade e decreto.  Deus diz: "Todos os que estão nos céus e na terra O invocam. A cada dia Ele está ocupado em uma nova obra." (Alcorão 55:30) 

Da mesma forma, Seu decreto pode ser de natureza legislativa.  Deus torna certas ações lícitas e outras ilícitas.  Ele nos ordena a fazer certas coisas e nos proíbe de fazer outras.  Seu decreto não pode ser revogado ou anulado por ninguém.  Deus diz: "Acaso, não Lhe pertencem a criação e o poder?" (Alcorão 7:54) 

O Alcorão descreve Deus como o "melhor dos Juízes". Essa é uma afirmação de Sua justiça perfeita e misericórdia imensa.  Deus nunca é injusto ou opressor com ninguém.  O que Ele legisla para Seus servos nunca é pesado ou injusto.  Ao contrário, os ensinamentos genuínos do Islã preservam os direitos de todas as pessoas com imparcialidade: o governante e o governado, o forte e o fraco, o homem e a mulher, o virtuoso e o pecador, o crente e o descrente.  Preserva seus direitos em tempos de paz e em tempos de guerra e sob todas as circunstâncias, sem exceção. 

É por isso que os muçulmanos devem se voltar para o Alcorão e a Sunnah (ensinamentos) do Profeta, que a misericórdia e bênçãos de Deus estejam sobre ele, para orientação em todos os assuntos.  Devem fazê-lo como indivíduos para serem guiados em suas vidas pessoais e como comunidades, sociedades e nações, para orientação em seus assuntos políticos, sociais e econômicos. 

Deus é Sábio e um Juiz justo.  Na crença islâmica ninguém deve carregar o pecado de outro.  Ninguém jamais é injustiçado por Deus.  Nenhum pecador é punido além da magnitude do pecado cometido e nenhuma boa ação fica sem recompensa. 

Deus diz: "Em troca, os crentes, que praticam o bem - certamente que não frustraremos a recompensa do benfeitor -." (Alcorão 18:30)

 

http://www.islamreligion.com/pt/articles/11062/deus-e-al-hakeem-o-sabio/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,395,132 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3