Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Adoração e Prática » Empenho pela orientação de Deus
Tamanho da Fonte
Empenho pela orientação de Deus

Estava pensando sobre o quanto é rico o significado da Surata al-Fatihah[1].  Veja o versículo seis, por exemplo, onde dizemos: "Guia-nos à senda reta."

Aqui oferecemos uma súplica, não para nossos egos individuais, mas para qualquer um que ofereça a súplica.  Ao fazê-lo, colocamos de lado nossas tendências egoístas. 

O suplicante que pronuncia essa súplica não busca expor os erros dos outros e se apresentar como o único com a verdade.  Quando oferecemos essa súplica, estamos pedindo orientação para outros e também para nós mesmos.  Essa súplica na forma plural "nós" é um chamado coletivo para orientação; todos nós fazemos essa petição humilde juntos. 

Esse versículo do Alcorão enfatiza que a orientação não é meramente uma questão pessoal.  Não é uma preocupação particular.  É importante para todos: o indivíduo, a família e a comunidade.  No nível do indivíduo, a orientação foca primariamente nas crenças pessoais, adoração, e conduta ética em relação aos outros.  No nível da sociedade, se preocupa com justiça social e direitos humanos, com propagação do entendimento e construção da civilização. 

Quando pedimos a Deus para nos orientar para o caminho certo, estamos pedindo a Ele que suplemente nossos esforços para obter orientação com a ajuda Dele.  Fazemos nossos esforços para pensar, aprender e contemplar.  Como lemos no Alcorão: "Quanto àqueles que se submetem (à vontade de Deus), buscam a verdadeira conduta." (Alcorão 72:14)

Entretanto, acompanhamos nossos esforços com súplica, implorando a ajuda de Deus para remediar as deficiências em nossos esforços para alcançar o "caminho certo"

Entendemos que esse é o caminho para a salvação no Outra Vida.  Mas seu significado nesse mundo é alcançar objetivos corretos da forma mais fácil e melhor possível.  Isso abrange todas as questões urgentes que enfrentamos em nossas vidas.  Sempre que uma pessoa enfrenta muitas opções e não sabe o que decidir, sempre existe uma opção mais direta e, por outro lado, pode haver opções que são claramente tortuosas. 

Quando enfrentamos uma decisão em relação aos nossos estudos, casamento, negócios, um projeto que estamos pensando em empreender, uma viagem ao exterior, ou alguma outra decisão importante, teremos muitas opções, algumas melhores que outras.  Nossa súplica: "Guia-nos à senda reta" cobre todas essas questões.  Estamos implorando a Deus para nos guiar para o melhor caminho.  Da mesma forma, nossa súplica pertence ao campo das ideias, pontos de vista e opiniões. 

O "caminho certo" é descrito como sendo "mais fino que um cabelo e mais afiado como que uma lâmina." É para nos frustrar, fazer-nos pensar que jamais seremos capazes de navegar esse caminho?  Não, de forma alguma!  Ao, contrário, é um convite para sempre nos empenharmos para melhorar, para alcançar o que é melhor e mais perto da perfeição. Podemos alcançar isso pela graça de Deus, continuando a implorar humildemente a Ele por orientação, que fazemos ao ler esse versículo do Alcorão, lendo a surata Al-Fatihah e lendo o Alcorão em geral.  Podemos chegar a isso para tudo que lemos que é benéfico e cada esforço que fazemos para aperfeiçoar nossa conduta, ao mesmo tempo em que somos cautelosos para não cairmos no conceito de autossatisfação achando que "chegamos".  Orientação é um processo que dura toda uma vida.  Deus diz: "E adora ao teu Senhor até que te chegue a certeza." (Alcorão 15:99)

Muitas pessoas alcança um nível no qual param de melhorar.  Acham que alcançaram tudo que significar ser guiado.  Vão de parar de melhorar para a preocupação de julgar os outros, desconsiderando suas próprias falhas.  Aprendemos com a experiência que alcançar o nível adequado de aderência religiosa não acontece do dia para a noite.  Não vem de uma mera profissão nos lábios ou até mesmo pelo desejo sincero que não é seguido pela ação.  Requer esforço contínuo e tentativas repetidas.  Requer procurar sempre se aprimorar. 

O assunto em questão não é meramente sair do erro para o que é correto.  É sair de um ponto de equilíbrio para outro que é ainda mais preciso.  Isso exige uma auto avaliação crítica contínua e disposição de implorar sempre a Deus por Sua ajuda.

Vemos que Deus diz: "Que escutam as palavras [de Deus] e seguem o melhor significado delas. São aquelas que Deus encaminha e são os sensatos." (Alcorão 39: 18)

E Ele diz: "E observai o melhor do que, de vosso Senhor, vos foi revelado." (Alcorão 39:55)

E Ele diz: "Nas tábuas prescrevemos-lhe (a Moisés) toda a classe de exortação, e a elucidação de todas as coisas, (e lhe dissemos): Recebe-as com fervor e recomenda ao teu povo que observe o melhor delas." (Alcorão 7:145)

Em assuntos de fé, nossa preocupação é fazer o melhor que pudermos ao fazermos as escolhas certas, e em questões mundanas nossa preocupação é alcançar nosso bem-estar mundano.  Em todas as questões precisamos ser objetivos, sinceros e livres de motivos básicos.  Precisamos aspirar a excelência.

 

 


Notas de rodapé: [1]Surata = Capítulo. O capítulo completo com esse breve comentário pode ser encontrado aqui: http://www.islamreligion.com/articles/10190/

 

 

http://www.islamreligion.com/pt/articles/10711/empenho-pela-orientacao-de-deus/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,327,739 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3