Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » A Crença do Muçulmano » O conceito de lealdade e repúdio al-wala wa’l-bara
Tamanho da Fonte
O conceito de lealdade e repúdio al-wala wa’l-bara

https://quranjourney.co/wp-content/uploads/2020/04/qaOneness.jpg

 

Lealdade e repúdio (al-wala’ wa’l-bara’) é um dos princípios básicos do Tawhid e é comprovado tanto em palavras quanto em significado

Allah, exaltado seja, diz (interpretação do significado):

“Ó vós que credes! Não tomeis por aliados os judeus e os cristãos. Eles são aliados uns aos outros. E quem de vós se alia a eles será deles. Por certo, Allah não guia o povo injusto. Então, tu vês aqueles, em cujos corações há enfermidade, se apressarem para eles, dizendo: "Receamos nos alcance um revés." Quiçá, pois, Allah faça chegar a vitória ou uma ordem de Sua parte. Então, tornar-se-ão arrependidos daquilo de que guardaram segredo, em suas almas. E os que creem dirão: "São estes os que juraram, por Allah, com seus mais solenes juramentos, estar convosco?" Mas, anular-se-ão suas obras, e, eles se tornarão perdedores. Ó vós que credes! Quem de vós apostata de sua religião, Allah fará chegar, em seu lugar, um povo que Ele amará e que O amará; e que será humilde com os crentes, poderoso com os renegadores da Fé. Lutará no caminho de Allah e não temerá repreensão de quem quer que seja. Esse é o favor de Allah, que Ele concede a quem quer. E Allah é Munificente, Onisciente. Vossos aliados são, apenas, Allah e Seu Mensageiro e os que creem: aqueles que cumprem a oração e concedem az-zakah, enquanto se curvam diante de Allah. E quem se alia a Allah e a Seu Mensageiro e aos que crêem triunfará, por certo, o partido de Allah é o vencedor.”

[al-Ma’idah 5: 51-56]

“E quando Abraão disse a seu pai e a seu povo: "Por certo, estou em rompimento com o que adorais, Exceto com Quem me criou; então, por certo, Ele me guiará. ”

[az-Zukhruf 43: 26-27]

“Com efeito, há para vós belo paradigma em Abraão, e nos que estavam com ele, quando disseram a seu povo: "Por certo, estamos em rompimento convosco e com o que adorais, em vez de Allah; renegamo-vos, e a inimizade e a aversão mostrar-se-ão, para sempre, entre nós e vós, até que creiais em Allah, só n’Ele"”

[al-Mumtahinah 60: 4].

E há outros versículos que falam da obrigação de tomar os crentes como aliados e amigos, que proíbem tomar os incrédulos como tal, e que falam da obrigação de rejeitá-los e ao que eles adoram.

Ahmad (22132) narrou de Mu'adh que perguntou ao Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) sobre o melhor da fé, e ele disse: “O melhor da fé é amar pela causa de Allah e odiar pela causa de Allah e manter sua língua ocupada em mencioná-Lo”. Shu'ayb al-Arna'ut disse: É sahih por causa de evidências que corroboram.

At-Tabaraani narrou de Ibn 'Abbas (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “O mais forte vínculo de fé é tomar os crentes como aliados e amigos pela causa de Allah e considerar os incrédulos como inimigos pela causa de Allah, amar pela causa de Allah e odiar pela causa de Allah, glorificado e exaltado seja” classificado como sahih por al-Albani em Sahih al-Jaami’ as-Saghir, n° 2539.

O conceito de lealdade e repúdio (al-wala’ wa’l-bara’)

Shaikh Ibn Baaz (que Allah tenha misericórdia dele) foi questionado: Por favor, você poderia explicar o conceito de lealdade e repúdio (al-wala’ wa’l-bara’): a quem se aplica e se é permitido tomar os incrédulos como aliados e amigos?

Ele respondeu: o que se entende por lealdade e repúdio (al-wala’ wa’l-bara’) é amar os crentes e tomá-los como aliados e amigos, e odiar os incrédulos, considerá-los como inimigos e rejeitar a eles e sua religião. Isso é o que se entende por lealdade e repúdio (al-wala’ wa’l-bara’), como Allah, glorificado seja, diz na Suratul-Mumtahinah (interpretação do significado):

“Com efeito, há para vós belo paradigma em Abraão, e nos que estavam com ele, quando disseram a seu povo: "Por certo, estamos em rompimento convosco e com o que adorais, em vez de Allah; renegamo-vos, e a inimizade e a aversão mostrar-se-ão, para sempre, entre nós e vós, até que creiais em Allah, só n’Ele"”

[al-Mumtahinah 60: 4].

Odiá-los e considerá-los inimigos não significa que você deva maltratá-los ou desrespeitá-los se eles não estiverem em estado de guerra com os muçulmanos. Ao contrário, significa odiá-los em seu coração e considerá-los como inimigos em seu coração, e não os tomar como amigos. Mas você não deve ofendê-los, prejudicá-los ou maltratá-los. Se eles te cumprimentarem, então retribua a saudação, aconselhe-os sinceramente e direcione-os a fazer o bem, como Allah, glorificado e exaltado seja, diz (interpretação do significado):

“E não discutais com os seguidores do Livro senão da melhor maneira - exceto com os que, dentre eles, são injustos”

[al-‘Ankabut 29: 46].

O Povo do Livro engloba os judeus e cristãos, e outros incrédulos a quem foi garantida a segurança; aqueles que têm um tratado de paz com os muçulmanos; ou que estejam vivendo sob o domínio muçulmano. Mas, quem dentre eles cometer injustiça será punido por sua injustiça e transgressão, caso contrário, o que é prescrito para o crente é argumentar com eles da melhor maneira, tanto com os muçulmanos, quanto com os incrédulos, enquanto os odeia pela causa de Allah, em razão do versículo citado acima.

Fim da citação de Majmu’ Fataawa Ibn Baaz (5/246).

Shaikh Ibn ‘Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele) foi questionado: O que é lealdade e repúdio (al-wala’ wa’l-bara’)?

Resposta: Repúdio e lealdade pela causa de Allah, glorificado seja, significa que uma pessoa repudia tudo o que Allah negou, como Ele, glorificado e exaltado seja, diz (interpretação do significado):

“Com efeito, há para vós belo paradigma em Abraão, e nos que estavam com ele, quando disseram a seu povo: "Por certo, estamos em rompimento convosco e com o que adorais, em vez de Allah; renegamo-vos, e a inimizade e a aversão mostrar-se-ão, para sempre, entre nós e vós, até que creiais em Allah, só n’Ele"”

[al-Mumtahinah 60: 4].

Isso é aplicável aos politeístas que associam outros com Allah, como Ele, exaltado seja, diz (interpretação do significado):

“E é uma proclamação de Allah e de Seu Mensageiro aos homens, no dia da Peregrinação maior: que Allah e Seu Mensageiro estão em rompimento com os idólatras”

[at-Tawbah 9: 3].

Portanto, todo crente deve repudiar todo politeísta e incrédulo. Isso diz respeito às pessoas.

Da mesma forma, o muçulmano deve repudiar todo ato que não agrade a Allah e Seu Mensageiro, mesmo que não constitua incredulidade, como: maldade e pecado. E Allah, glorificado seja, diz (interpretação do significado):

“Mas Allah vos fez amar a Fé e aformoseou-a, em vossos corações, e vos fez odiar a renegação da Fé e a perversidade e a desobediência. Esses são os assisados”

[al-Hujuraat 49: 7].

Fim da citação de Fataawa Arkaan al-Islam, p. 183.

Shaikh Saalih al-Fawzaan (que Allah o preserve) disse no Sharh Nawaqid al-Islam (pag. 158): O Shaikh (que Allah tenha misericórdia dele) referiu-se a uma forma de se tornar aliado dos incrédulos em que houvesse apoio a eles, por outro lado, tomá-los como aliados inclui amá-los no coração, apoiá-los contra os muçulmanos, elogiá-los e assim por diante. Allah, glorificado e exaltado seja, ordenou aos muçulmanos que considerassem os incrédulos como inimigos, que os odiassem e repudiassem. Isso é o que é chamado, no Islam, de lealdade e repúdio (al-wala’ wa’l-bara’). Fim da citação.

 

https://islamqa.info/pt/answers/337640/o-conceito-de-lealdade-e-repudio-al-wala-wal-bara-e-sua-importancia

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2021, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

4,162,997 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2021 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3