Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » Religião Comparada » Posturas da oração islâmica encontradas na Bíblia
Tamanho da Fonte
Posturas da oração islâmica encontradas na Bíblia

Muslim Prayer Postures.jpgA oração tem um lugar muito importante na religião do Islã.  É o segundo pilar da fé e o ato de oração ritual é realizado cinco vezes todos os dias.  Existe um grande poder inserido nas posturas da oração e um dos mais importantes é que estabelece e reforça nossa conexão com Deus.  Essa é uma conexão que o próprio Deus estabeleceu quando criou os seres humanos.  Nosso ancestral Adão era responsável por ensinar sua família a adorar Deus da maneira correta, o que incluía orar.

Todos os profetas e mensageiros de Deus enviados para as nações da terra espalharam a mesma mensagem: "Ó humanos, adorai a Deus. Não tendes outro deus, exceto Ele."  (Alcorão 11:50)  Todos falaram palavras de sabedoria, orientando as pessoas e lembrando-as de que Deus é Único, sem parceiros, filhos ou filhas.  A maioria dos profetas mencionados no Alcorão são reconhecidos pelas pessoas das fés cristã e judaica e todos oraram de maneira muito semelhante ao que os muçulmanos oram hoje. 

Os muçulmanos acreditam que o profeta Muhammad, que a misericórdia e bênçãos de Deus estejam sobre ele, é o profeta final e que sua missão e mensagem foram ligeiramente diferentes das mensagens de todos os profetas antes dele.  Enquanto cada profeta foi enviado especificamente para guiar sua própria nação, o profeta Muhammad foi enviado para guiar toda a humanidade.   Ele disse: "Todos os outros profetas foram enviados exclusivamente para suas nações, enquanto que eu fui enviado para toda a humanidade."[1] Quando entendemos a conexão entre todos os profetas de Deus não surpreende aprender que todos oraram basicamente da mesma forma.  O que surpreende, entretanto, é que apesar de existirem descrições da oração na Bíblia, cristãos e judeus não orem mais da forma como seus próprios profetas oravam.

O restante deste artigo examinará passagens de vários livros da Bíblia e os comparará com a forma como os muçulmanos oram.

A postura mais reconhecível na oração islâmica é tocar a testa no chão.  É o ápice da oração de uma pessoa e é mencionada nas tradições autênticas do profeta Muhammad como a posição na qual um crente está o mais próximo possível de Deus.   "O mais próximo que se pode chegar de seu Senhor e quando se está em prostração."[2] Considere os seguintes versículos da Bíblia.[3]

"E (Jesus), indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando..." (Mateus 26:39)

"Então Josué se prostrou com o seu rosto em terra e o adorou..." (Josué 5:14)

"Então Moisés e Arão se foram de diante do povo à porta da tenda da congregação, e se lançaram sobre os seus rostos..." (Números 20:6)

"Então caiu Abrão sobre o seu rosto..." (Gênesis 17:3)

"...e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus..." (Apocalipse 7:11)

"...e inclinaram suas cabeças, e adoraram ao Senhor, com os rostos em terra." (Neemias 8:6)

"...então Davi e os anciãos, cobertos de sacos, se prostraram sobre os seus rostos." (1 Crônicas 21:16)

Em muitos outros lugares na Bíblia nos quais encontramos o método de oração mencionado, vem à mente a forma como os muçulmanos oram.  No livro da Bíblia intitulado Daniel, somos capazes de ler uma descrição de Daniel orando a Deus em um tempo de grande crise.  

"Daniel, pois, quando soube que o edito estava assinado, entrou em sua casa (ora havia no seu quarto janelas abertas do lado de Jerusalém), e três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças diante do seu Deus, como também antes costumava fazer." (Daniel 6:10)

É interessante notar que o profeta Daniel orava voltado para Jerusalém.  No início da missão do profeta Muhammad, os crentes também oravam voltados para Jerusalém.   Entretanto, a direção da oração islâmica mudou.  Aproximadamente dezesseis meses depois do profeta Muhammad e seus seguidores migrarem de Meca para a cidade de Medina, a qibla foi mudada para a Casa sagrada de Deus em Meca.

Descrições das posições que os muçulmanos adotam nas cinco orações rituais por dia podem ser encontradas em toda a Bíblia.   Muitas são mencionadas no livro dos Salmos: 

 "Oh, vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do Senhor, que nos criou." (Salmos 95: 6)

"...e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele..." (Salmos 22:29)

E no livro de Reis encontramos o profeta Elias se jogando na terra de joelhos antes de tocar a testa no chão. 

"...e se inclinou por terra, e pôs o seu rosto entre os seus joelhos." (1 Reis 18:42)

Essa é uma posição muito familiar para os muçulmanos.  O mesmo acontece em relação à posição que Jesus adota durante a oração em um momento de temor e incerteza.

"E (Jesus) apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava." (Lucas 22:41)

Embora os judeus e cristãos hoje não orem como lemos na Bíblia, os muçulmanos continuam a orar de maneira semelhante aos profetas, como pretendido pelo Criador dos céus e da terra.

 
Notas de rodapé:

[1] Saheeh Al-Bukhari

[2]Ibid

[3] Todos os versículos do artigo vêm da Almeida Corrigida e Revisada Fiel, disponível online em https://www.bibliaonline.com.br/  

 

http://www.islamreligion.com/pt/articles/10677/posturas-da-oracao-islamica-encontradas-na-biblia/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,456,041 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3