Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Salat - Direção da Quibla


Os muçulmanos de todos os cantos da terra se voltam, com seu coração e com seus olhos para a sagrada Caaba, símbolo da sua unidade e fonte da resplandecente luz islâmica.

Assim sendo, o fiel deve voltar-se, durante a oração, em direção a Qiblah, que está localizada na Caaba, em Makka, conforme o que disse Deus, o Altíssimo: ”

“ Aonde quer que vás, orienta teu rosto para a Sagrada Mesquita. Onde quer que estejais, voltai vossos rostos em sua direção”. (2ª Surata, vers. 150)

Quem vê a Caaba, volta-se para ela, e quem não a pode ver, volta-se em sua direção, pois isso é só o que pode fazer e Deus não exige de ninguém nada que esteja além de sua capacidade.

Nossos virtuosos antepassados determinaram a quiblah para cada nação. Para fazê-lo, construíram os mirantes das mesquitas direcionados para ela.

O que Fazer quando não se Pode Determinar a Direção da Quiblah

Aquele que não puder determinar a direção para a sua oração por motivo de, por exemplo, nuvens ou escuridão, deve pedir a uma pessoa conhecedora que a oriente. Se não encontrar a quem pedir tal orientação, nada mais lhe resta a fazer senão um esforço de dedução para encontrá-la por si só, orientando-se, então, na direção que lhe parecer ser mais acertada. Sua oração é assim, perfeitamente valida e, uma vez realizada, mesmo que ele venha, depois a descobrir que fez na direção errada, não precisa voltar a fazê-la. Se, no decurso da oração, se apercebe do seu erro, deve mudar de posição e voltar-se para a direção correta, sem interromper a oração.

Se durante a oração alguém o vê e lhe diz que se volte em terminado sentido, deve fazê-lo, sem no entanto, interromper a prece, que será valida, apesar desse movimento, conforme o que foi narrado por Ibn Omar. Ele disse o seguinte:

 “Enquanto o povo fazia a Oração da Alvorada, na mesquita de Cuba, alguém veio e lhe disser:” Foram reveladas ao Profeta, estas noites, versículos, ordenados-lhe voltar-se (em suas orações) para a Caaba. Fazei, pois, o mesmo.”As pessoas estavam voltadas frente a Caaba”.

Se levar muito tempo sem conhecer a verdadeira direção da Caaba, voltar-se procurar, antes de cada oração, determiná-la e, em seguida, voltar-se para ela, sem, no entanto, temer de voltar a repetir as orações anteriores.

Quando se Está Isento da obrigação de se Orientar no Sentido da Caaba?

A orientação no sentido da Caaba é um preceito obrigatório, a não ser um dos seguidos casos:

1 - No caso da pessoa ter medo, estar coagida ou doente. Esta pode rezar em outra direção, se, ainda que tenha, não puder orientar-se. A religião é, de fato, tolerante, e o Profeta disse:

Quando lhes ordeno algo, fazem o melhor que podem”.

Deus, exaltado seja, também disse:

 “Se temeis alguma coisa, orai, seja de pé ou cavalgando”. (2ª Surata, vers. 239)

Ibn Omar acrescentou:

 “Estejas com o rosto voltado para a Caaba ou não”.

2 - No caso da oração voluntária, para aquele que está sobre a sua montaria. Ela pode ser realizada fazendo-se apenas o gesto de inclinar-se ou de prostrar-se. Do mesmo modo, aquele que estiver num navio, avião ou trem, e que tiver começado a oração voltada para a Caaba, deve permanecer na sua posição original, mesmo que o veículo mude de posição.

Os imames Ahmad, At-Tirmizi e Muslim relataram, aliás, que o Profeta orava em cima da sua montaria quando viajava de volta para Makka ou para Madina, fosse qual fosse a direção em que esta estivesse.

Por outro lado, foi revelado um versículo a este propósito:

 “Aonde quer que vos dirijais, notareis a presença de Deus”. (2ª Surata, vers. 115)

Trata-se, bem entendido, das orações voluntárias, e não das obrigatórias.

 

texto original em: http://www.religiaodedeus.net/a_direcao_da_quibla.htm

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2017, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

2,395,103 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3